Próxima novela das nove da Globo, Mania de Você marca a volta do autor João Emanuel Carneiro ao horário nobre da emissora. O profissional volta prestigiado após o êxito de Todas as Flores (2022), primeira novela 100% original do Globoplay.

Marcos Palmeira como José Inocêncio em Renascer
Marcos Palmeira como José Inocêncio em Renascer

Porém, a vida da nova produção não será das mais fáceis. Afinal, a novela substituirá Renascer, que não alcançou o resultado esperado pela emissora. Caberá a Mania de Você, portanto, recuperar o fôlego da faixa das nove da Globo.

Mas, como as últimas experiências do canal não foram das melhores, a novela estrelada por Gabz e Agatha Moreira terá que cortar um dobrado para reverter a má fase.

Momento crítico

Renascer era a grande aposta da Globo para alcançar índices semelhantes a Pantanal (2022), última novela das nove a deixar a emissora plenamente satisfeita. No entanto, o remake da obra de Benedito Ruy Barbosa ainda está longe dos sonhados 30 pontos e tem repercussão aquém do esperado.

Antes disso, a Globo apostou suas fichas em Terra e Paixão (2023), contando com o famoso “toque de Midas” de Walcyr Carrasco. A trama cumpriu sua missão de elevar a audiência do horário, mas também não repetiu o êxito de Pantanal.

As tramas anteriores também são de triste lembrança na Globo. Um Lugar ao Sol (2021) e Travessia (2022) ficaram bem aquém do esperado e acabaram figurando na lista das novelas das nove menos vistas da história. Ou seja, o horário nobre da Globo vive um momento crítico.

Lançamentos equivocados

Um Lugar ao Sol - Andréia Horta e Juan Paiva
Andréia Horta (Lara) e Juan Paiva (Ravi) em Um Lugar ao Sol (João Miguel Júnior / Globo)

O fiasco de boa parte das últimas apostas da Globo no horário nobre aconteceu também por conta de campanhas de lançamento mal feitas. Um Lugar ao Sol, por exemplo, foi ignorada pelo canal, que preferiu dispensar atenção ao remake de Pantanal.

Travessia, que teve a ingrata missão de substituir o êxito de Bruno Luperi, também não foi bem implantada, já que suas chamadas mal revelavam a história que seria contada. A saga de Brisa (Lucy Alves) não empolgou do início ao fim.

Felizmente, a Globo aprendeu com os erros e promoveu um bom lançamento de Renascer. No entanto, o ritmo devagar quase parando da história de José Inocêncio (Marcos Palmeira) faz com que a novela não repercuta junto ao público.

O desafio de Mania de Você

Ou seja, Mania de Você vai estrear neste momento complicado da Globo. A emissora precisará se esforçar ao máximo para promover uma boa campanha de lançamento da próxima novela. Além disso, terá que se livrar da tentação de começar a falar sobre Vale Tudo, sua substituta, para não ofuscar a produção.

A novela tem a seu favor o currículo de João Emanuel Carneiro, um autor festejado. O criador de A Favorita (2008) e Avenida Brasil (2012) não foi feliz com A Regra do Jogo (2015) e Segundo Sol (2018), mas deu a volta por cima com Todas as Flores.

A história de Zoé (Regina Casé) foi um êxito do streaming e, surpreendentemente, registrou ótima audiência ao ser exibida na faixa das 22h da Globo no ano passado. Com isso, Mania de Você estreia com o hype lá em cima e boas expectativas.

Compartilhar.
Avatar photo

André Santana é jornalista, escritor e produtor cultural. Cresceu acompanhado da “babá eletrônica” e transformou a paixão pela TV em profissão a partir de 2005, quando criou o blog Tele-Visão. Desde então, vem escrevendo sobre televisão em diversas publicações especializadas. É autor do livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos”, publicado pela E. B. Ações Culturais e Clube de Autores. Leia todos os textos do autor