Quem acompanha Renascer no horário nobre da Globo está acostumado às constantes viagens para a zona rural de Ilhéus, Rio de Janeiro e São Paulo, localidades onde se passa a história. Mas, em breve, a narrativa ficará restrita ao interior da Bahia, pelo menos se os rumos da versão original forem mantidos.

José Bento (Marcello Melo Jr.) e Kika (Juliane Araújo) em Renascer
José Bento (Marcello Melo Jr.) e Kika (Juliane Araújo) em Renascer (divulgação/Globo)

Com o fim do núcleo urbano da trama de Benedito Ruy Barbosa, adaptada por Bruno Luperi, saem de cena dois personagens que perdem função.

Kika (Juliane Araújo) e Eriberto (Pedro Neschling) devem deixar a trama nos próximos capítulos.

O que acontece com Kika e Eriberto em Renascer?

Em breve, José Venâncio (Rodrigo Simas) vai morrer em Renascer. O rapaz é vítima de uma tocaia planejada por Egídio (Vladimir Brichta) para acabar com João Pedro (Juan Paiva).

Depois de Eliana (Sophie Charlotte), José Bento (Marcello Melo Jr.) vai se mudar de mala e cuia para a Bahia. O mesmo farão Buba (Gabriela Medeiros) e Teca (Lívia Silva). Deste modo, o “núcleo urbano” de Renascer, com cenas em São Paulo e no Rio de Janeiro, acaba de vez.

Assim, tanto Kika (Juliane Araújo) quanto Eriberto (Pedro Neschling) perdem função na história. A advogada desiste de vez de Bento, enquanto o publicitário também se cansa de tentar conquistar Eliana. Com isso, eles formarão um novo casal e vão se despedir de vez da novela, tendo um final feliz antecipado.

Por que o núcleo urbano de Renascer acaba?

Renascer
Claudia Lira e Tarcísio Filho em Renascer (divulgação/Globo)

Ao menos foi assim que aconteceu na primeira versão de Renascer, em 1993. Na versão original, Eriberto não existia, mas sim Egberto (José de Abreu), um detetive contratado por Eliana (Patrícia Pillar). Quando Bento (Tarcísio Filho) e a cunhada se mudam de vez para Ilhéus, o detetive acaba formando um casal com Kika (Claudia Lira), e os dois deixam a história.

Na época, Benedito Ruy Barbosa não tinha a intenção de acabar de vez com o núcleo urbano de Renascer. A ideia do autor era seguir dividindo a história entre o campo e a cidade até o fim. Porém, ele acabou mudando os planos.

Barbosa justificou a mudança baseado em pesquisas feitas pela Globo, que indicavam que o público preferia a “parte rural” da história.

“Aquele matagal relaxa as pessoas. As imagens urbanas, ao contrário, angustiam, afogam o público de realidade”, explicou o autor ao jornal Folha de S. Paulo, em 11 de maio de 1993.

“Sinto que a população gosta mais dos temas rurais. E em São Paulo não havia mais novidade em termos de imagem”, apontou o veterano, em 30 de junho de 1993, ao jornal O Globo.

O que aconteceu com Kika e Eriberto na primeira versão de Renascer?

Na primeira versão de Renascer, Kika e Egberto se despediram da trama no capítulo 93. Em 30 de junho de 1993, os atores falaram ao jornal O Globo sobre a saída da novela.

“O rumo do personagem foi alterado e acabou se perdendo na trama. Antes ela não se separava de Zé Bento (Tarcísio Filho). Eu tinha uma grande expectativa, mas sentia que a Kika era sempre tirada de mim, sendo minada”, comentou Claudia Lira.

Já José de Abreu não se abalou com a saída da novela e aproveitou o fim antecipado dos trabalhos para interpretar o guerrilheiro Lamarca no longa de Sérgio Resende – Lamarca, lançado em 1994. Além disso, o ator tinha trabalhos previstos para o teatro.

Curiosamente, era a segunda vez que José de Abreu perdia espaço numa novela de Benedito Ruy Barbosa com o fim do núcleo urbano. O mesmo aconteceu com Pantanal (1990), que também deixou de ter um núcleo no Rio de Janeiro no decorrer da história. Com isso, seu personagem, o terapeuta Gustavo, desapareceu.

Compartilhar.
Avatar photo

André Santana é jornalista, escritor e produtor cultural. Cresceu acompanhado da “babá eletrônica” e transformou a paixão pela TV em profissão a partir de 2005, quando criou o blog Tele-Visão. Desde então, vem escrevendo sobre televisão em diversas publicações especializadas. É autor do livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos”, publicado pela E. B. Ações Culturais e Clube de Autores. Leia todos os textos do autor