Eterno Pedrinho do Sítio se foi cinco semanas após descobrir câncer terminal

Ator que interpretou famoso personagem no Sítio do Picapau Amarelo nos deixou aos 43 anos

Whatsapp

O Sítio do Picapau Amarelo encantou inúmeras gerações, graças a imaginação e talento de Monteiro Lobato, criador de personagens históricos como Emília e Visconde de Sabugosa. Outro tipo marcante da história atemporal foi Pedrinho, que na última temporada da fase clássica do programa foi interpretado por Daniel Lobo.

Ator Daniel Lobo
Ator Daniel Lobo (Reprodução / Web)

O ator nos deixou de forma precoce aos 43 anos, vítima de um câncer terminal descoberto apenas cinco semanas antes do óbito, após uma coceira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Talento desde cedo

Zilka Salaberry e Daniel Lobo no Sítio do Picapau Amarelo
Daniel Lobo no sítio do Picapau Amarelo (Divulgação)

Natural do Rio de Janeiro, Daniel começou sua carreira aos 10 anos, atuando na peça infantil Tistu – O Menino do Dedo Verde. Na época, ele já demonstrou que tinha talento para a atuação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sua estreia na TV foi na última fase do Sítio, atuando como Pedrinho; ele foi o terceiro ator a viver o personagem. Ao seu lado, estava Gabriela Senra, que interpretava Narizinho, prima de Pedrinho.

Leia mais

O programa chegou ao fim em janeiro de 1986, sem completar dez anos no ar.

Daniel seguiu na Globo e passou por Bambolê (1987) e Chico Anysio Show, onde era filho de Tim Tones, pastor malandro que faturava em cima dos fiéis.

Já com 17 anos, em 1990, foi escalado par dar vida a Afonsinho na série Desejo (1990, foto abaixo).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paixão pelo teatro

Daniel Lobo na minissérie Desejo
Daniel Lobo na minissérie Desejo (Reprodução / Globo)

Nos anos 1990, o ator se dedicou muito ao teatro, deixando a televisão em segundo plano. Naquela década, Daniel Lobo fez apenas dois trabalhos – 74.5 Uma Onda no Ar, da extinta Rede Manchete, e Confissões de Adolescente, da TV Cultura. Ambas as produções foram exibidas em 1994.

Daniel voltaria às novelas apenas em 2002, em Esperança, interpretando Felipe, um dos universitários que vivia na pensão de Mariusa (Regina Dourado).

Seu último trabalho na TV foi em Beleza Pura (2008). Após isso, ele se dedicou apenas ao seu amor, o teatro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Câncer terminal

Daniel Lobo ao lado da esposa, Flávia
Daniel Lobo ao lado da esposa, Flávia (Reprodução / Facebook)

Em 2016, Daniel Lobo dirigia e atuava em Nise da Silveira – Guerreira da Paz, que contava a história da psiquiatra que revolucionou o tratamento mental no Brasil. A peça teatral estava em cartaz em São Paulo e teve que ser cancelada, pois Daniel precisou cuidar da saúde.

Após sentir uma forte coceira, o ator fez exames e descobriu que tinha um tumor agressivo no aparelho digestivo.

No dia 24 de março de 2016, Daniel Lobo faleceu, aos 43 anos, vítima de um câncer. Seu corpo foi velado e sepultado em Tubarão, cidade de Santa Catarina.

De forma precoce, o teatro perdeu um grande talento, que tinha muito que contribuir como ator e diretor.

Whatsapp


Leia também