Volta de Sofia rendeu a melhor virada de Totalmente Demais - TV História

Volta de Sofia rendeu a melhor virada de Totalmente Demais

Whatsapp

A volta de Sofia (Priscila Steinman) movimentou “Totalmente Demais” e promoveu uma atrativa virada na história de Rosane Svartman e Paulo Halm. A sociopata foi responsável por vários momentos tensos na novela das sete e o encerramento do ciclo dessa personagem proporcionou impactantes cenas, implicando em uma sucessão de ótimos acontecimentos que prenderam o público novamente com a reprise, que vem marcando mais audiência que os índices alcançados na época, em 2016. A morte da vilã e o sequestro de Eliza (Marina Ruy Barbosa) resultaram em sequências dignas de último capítulo.

Na última, a trama chegou ao seu ápice de tensão quando Sofia levou a irmã para jantar com o intuito de dopá-la, sequestrá-la e matá-la com a ajuda de Jacaré (Sérgio Malheiros). Enquanto o plano da sociopata seguia, Cassandra (Juliana Paiva) desmascarava a cunhada com a ajuda da irmã Débora (Olívia Torres), que confirmou todas as acusações da atrapalhada personagem através do resultado do teste feito na comida servida pela víbora no último jantar familiar —- ela dopou a mãe, o pai, o irmão e os empregados da casa para roubar as joias guardadas no cofre da família.

Todos os acontecimentos estiveram voltados para Sofia, que encerrou o capítulo sequestrando a irmã com a ajuda do comparsa, enquanto todos já haviam constatado que a menina era uma mau-caráter. O capítulo, na época, quebrou o recorde de audiência da novela, atingindo 35 pontos em São Paulo e 39 pontos no Rio de Janeiro, índices impressionantes e que não eram obtidos desde 2012 —- época de “Cheias de Charme”, outro fenômeno das sete.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


E os números altos — mantidos no capítulo seguinte — refletiram a qualidade das cenas exibidas, destacando ainda a precisa direção de Luiz Henrique Rios. Todos os atores envolvidos convenceram e houve um conjunto de emoção, tensão e até humor. Ironicamente, a reprise também chegou a 35 pontos de pico.

O momento em que Sofia armou uma emboscada para Eliza no banheiro do restaurante onde estavam foi de tirar o fôlego e o desespero da mocinha ao ser capturada por Jacaré foi passado com uma total entrega de Marina Ruy Barbosa. Já o instante em que a psicopata é encurralada pela polícia e familiares, tentando reverter o jogo e virando as costas para o amante, resultou na impactante morte da vilã. Após tentar empurrar toda a culpa para o comparsa, a vilã recebe um tiro no estômago dado pelo rapaz e morre nos braços da mãe. Antes de falecer, a personagem conta para Lili que nunca amou ninguém e nem ela mesma. Priscila Steinman (autora da próxima temporada de “Malhação”, prevista para 2021) se despediu na trama protagonizando uma triste cena ao lado de Vivianne Pasmanter, que, por sua vez, emocionou expondo todo o desespero daquela mãe que revivia a dor de perder a filha pela segunda vez.

Vivianne, aliás, ganhou mais destaque do que já tinha na trama. Lili está novamente passando por um grande trauma em sua vida e a atriz corresponde plenamente às expectativas. São cenas pesadas e bem difíceis, valorizando o talento da intérprete, que há tempos não ganhava uma personagem tão boa em uma novela —- vale lembrar que “Totalmente Demais” foi ao ar um ano antes de “Novo Mundo”, folhetim onde a atriz deu show como Germana. E os momentos de humor, em meio ao dramalhão que dominou os últimos acontecimentos, ficaram por conta de Cassandra, que conseguiu fazer rir durante alguns instantes tensos envolvendo Sofia. Juliana Paiva novamente se mostrou um dos grandes acertos da escalação e o choque da irmã de Débora com tudo aquilo que estava acontecendo divertiu. Vale destacar que a atriz ainda emocionou quando a menina burrinha abraçou a sogra e o sogro, compartilhando a dor da perda de Sofia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Já Humberto Martins, Felipe Simas, Marina Ruy Barbosa e Sérgio Malheiros brilharam na sequência em que Jacaré rapta Eliza, a levando para uma pedreira abandonada. Todo aquele momento de adrenalina e desespero foi vivido com competência pelos atores e a situação (guardadas as devidas proporções) fez lembrar as marcantes cenas do penhasco protagonizadas por Lívia (Alinne Moraes), Felipe (Rafael Cardoso) e Pedro (Emílio Dantas) em “Além do Tempo”. Até porque a situação era quase a mesma. E Humberto emocionou quando Germano tentou trocar de lugar com a filha, sendo constantemente ameaçado pelo bandido. Enquanto Felipe se destacou quando Jonatas conseguiu se aproximar do eterno rival escalando a ribanceira, o surpreendendo por trás, salvando a amada. Sérgio também convenceu, principalmente quando Jacaré quase caiu do penhasco, sendo salvo justamente pelo inimigo. Foi um instante típico de super-herói.

E a cena do abraço de Eliza e Jonatas, logo após todo aquele terror que passaram, primou pela delicadeza, evidenciando a química entre Marina e Felipe. Outra sequência que se sobressaiu pela emoção, vale ressaltar, foi o instante em que Germano liga para Lili e se declara para a esposa, achando que ia morrer A sintonia entre Humberto e Vivianne está sempre presente nas cenas deles.

“Totalmente Demais” fez um estrondoso sucesso entre 2015 e 2016, mas vem surpreendendo ainda mais na reexibição. O folhetim teve 27 pontos de média na época, índice considerado ótimo para a faixa. A reprise vem obtendo 29 pontos de média. E os índices novamente fazem jus ao produto tão bem escrito por Rosane Svartman e Paulo Halm. Apresentar uma quantidade tão grande de cenas emocionantes e de tirar o fôlego um mês antes do final foi uma ousadia e valeu a pena revê-las.

SOBRE O AUTOR

SÉRGIO SANTOS é apaixonado por televisão e está sempre de olho nos detalhes, como pode ser visto em seu blog. Contatos podem ser feitos pelo Twitter ou pelo Facebook.



Leia também