Viva homenageia Eduardo Galvão com maratona de Caça Talentos - TV História

Viva homenageia Eduardo Galvão com maratona de Caça Talentos

Whatsapp

Nesta quarta (9), a partir das 7h, o Viva prestará uma homenagem ao ator Eduardo Galvão, que morreu na última segunda (7), em virtude de complicações decorrentes da Covid-19, com uma maratona de Caça Talentos.

O público poderá revê-lo em 11 episódios da atração, que foi exibida dentro do programa Angel Mix em 1996 e três vezes no Viva – inclusive, fazendo parte da programação de primeiro ano do canal, em 2010.

A produção era protagonizada por Angélica, que vivia a fada Bela, enquanto Galvão viveu Artur.

A novelinha era exibida a partir das 11h30, de segunda a sexta, com meia hora de duração, e apresentava uma história completa por semana. Permaneceu dois anos no ar, de 16 de setembro de 1996 a 20 de novembro de 1998.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na história, Bela se apaixona por Artur, o dono da agência, mas deve esconder seu sentimento até decidir em que mundo quer viver. Isto porque, se ela beijar alguém, deixa imediatamente de ser fada.

Após muitos dias de angústia, confusões e experiências inusitadas, Bela assume seu amor e os dois marcam o casamento.

No final, a fada consegue levar Artur para conhecer o seu mundo fantástico, mas decide não se casar. Os dois se despedem como grandes amigos.



Leia também