Verdades Secretas não é a primeira: 12 novelas que tiveram continuação - TV História

Verdades Secretas não é a primeira: 12 novelas que tiveram continuação

Whatsapp

Verdades Secretas 2 é a primeira novela brasileira no streaming. Porém, alto lá! Não é a primeira continuação de novela, nem a primeira a ter uma segunda temporada.

Só para começar: quem foi criança na década de 1990 sabe que a primeira versão de Chiquititas, do SBT (com Fernanda Souza), teve 5 temporadas, exibidas entre julho de 1997 e janeiro de 2001. Entre a segunda e a terceira temporadas (1998-1999) e entre a quarta e a quinta temporadas (1999-2000), a novela saiu do ar em janeiro e retornou em abril de seu respectivo ano.

Só para ficar em uma geração muito próxima, com o mesmo apelo infantojuvenil: Floribella, da Band (com Juliana Silveira), teve 2 temporadas. A primeira foi ao ar entre abril e novembro de 2005. Em janeiro de 2006, a Band estreou a segunda temporada, com o prosseguimento das aventuras da protagonista, alguns mesmos personagens e outros novos, em novos dramas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em março de 2011, estreou na Record TV a versão brasileira da novela Rebelde, cuja primeira temporada ficou exatamente um ano no ar, para logo em seguida iniciar a segunda, com mais sete meses de história. A continuação inseriu na trama novos personagens e manteve parte dos originais.

A chamada Trilogia dos Mutantes foi composta pelas duas fases da novela Os Mutantes (a primeira fase chamada de Caminhos do Coração) mais a novela Promessas de Amor, exibidas na sequência entre 2007 e 2009.

Com a boa repercussão de Caminhos do Coração, a Record TV lançou a segunda fase, chamada apenas de Os Mutantes. Anunciada como uma nova novela, na verdade não passava de uma continuação da história de Caminhos do Coração, com a saída de um grupo de personagens e a entrada de novos, mas dando prosseguimento à trama dos protagonistas, o casal Marcelo e Maria (Leonardo Vieira e Bianca Rinaldi) e voltada à saga dos mutantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por fim, o autor Tiago Santiago concluiu a trama de Marcelo e Maria e lançou uma nova novela, Promessas de Amor – esta sim inédita, com novos protagonistas, mesmo mantendo alguns mutantes coadjuvantes das novelas anteriores.

Mas essa história de continuação é mais antiga do que parece. Em 1972, a Record lançou a novela Quarenta Anos Depois, dando prosseguimento à trama da novela Os Deuses Estão Mortos (1971), com um salto de quarenta anos no tempo, em que exibiu-se o reflexo da trama anterior com a mudança da sociedade, usando parte do mesmo elenco.

O sucesso da novela Beto Rockfeller (Tupi, 1968/1969) gerou uma continuação. Em 1973, vários personagens da trama original retornaram em uma nova produção: A Volta de Beto Rockfeller. Mas sem repetir o sucesso da trama original. A tentativa da Tupi de obter o mesmo êxito foi em vão, já que não conseguiu a repercussão esperada.

Após a repercussão positiva de Dercy Gonçalves na novela Cavalo Amarelo (1980-1981), a TV Bandeirantes decidiu aproveitar a personagem em sua atração seguinte, Dulcinéa Vai à Guerra, na tentativa de esticar o sucesso. Não é exatamente uma continuação, nem uma nova temporada. Está mais para um caso de spin-off.

A novela Os Imigrantes, de Benedito Ruy Barbosa, exibida entre 1981 e 1982 pela TV Bandeirantes, narrou a saga de imigrantes portugueses, espanhóis e italianos que chegaram ao Brasil no final do século 19. A trama se estendeu até a década de 1950, com várias fases e gerações de famílias de imigrantes. Em 1982, com a saída de Benedito ainda com a novela no ar, criou-se uma continuação que recebeu o subtítulo Terceira Geração, pondo um fim à história.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em Voltei pra Você (1983-1984), Benedito Ruy Barbosa retornava com seis personagens criados em 1971 para a novela Meu Pedacinho de Chão – Serelepe, Pituca, Zelão, Tuim, Coronel Epaminondas e Padre Santo – em uma nova trama. A história inicia com o reencontro de Serelepe e Pituca, agora adultos, vividos por Paulo Castelli e Cristina Mullins – eles eram crianças nos anos 1970. Lembrando que Meu Pedacinho de Chão ganhou um remake em 2014.

Em 1991, a TV Manchete, para recuperar a audiência perdida da novela Amazônia e compensar prejuízos, pôs um fim na história (no capítulo 43) e, com o mesmo elenco, entrou no ar Amazônia Parte 2, com novas equipes de roteiristas e diretores. Contudo, não houve jeito: a novela firmou-se como um dos maiores fracassos da dramaturgia da Manchete e contribuiu bastante para o agravamento da crise da emissora.

Mais de quatro meses separaram a primeira da segunda temporada da novela Os Dez Mandamentos, sucesso da Record TV: a primeira exibida em 2015, a segunda em 2016. A bem da verdade, a novela seguinte, A Terra Prometida, dá continuidade à saga de Moisés e Josué.

A própria novela Nos Tempos do Imperador é continuidade da trama de Novo Mundo, dos mesmos autores (Thereza Falcão e Alessandro Marson), com citações a vários personagens da novela anterior, fictícios ou não.

Para finalizar: o SBT vai estrear em 2022 (previsão para o primeiro semestre) Poliana Moça, continuação de As Aventuras de Poliana, com a protagonista crescida – mesmo porque, passou-se tanto tempo que Sophia Valverde já está uma moça!

PS: A novela Esperança (2003), de Benedito Ruy Barbosa, não é seguimento de Terra Nostra (1999-2000). A proposta inicial do autor era realmente fazer uma continuação da primeira história, mas a ideia não foi levada adiante. Mesmo assim, quando vendida para a Itália, Esperança recebeu o título Terra Nostra 2. Porém, uma trama nada tem a ver com outra. São personagens novos em tramas e momentos históricos diferentes.

Whatsapp


Leia também