Símbolo das eleições no Brasil, trilha icônica da Band não foi feita para a emissora - TV História

Símbolo das eleições no Brasil, trilha icônica da Band não foi feita para a emissora

Whatsapp

Chegou o dia de mais uma edição da “festa da democracia”. Com as eleições, chegou também o “hino nacional” quando esse é o assunto: o tema executado pela Band desde 1989.

A música estreou no 1º Encontro dos Presidenciáveis, pioneiro debate da televisão brasileira envolvendo candidatos à Presidência da República, com mediação de Marília Gabriela, como pode ser observado no vídeo abaixo.

O único detalhe que muita gente não sabe é que o tema não foi feito pela Band. Trata-se do que se costuma chamar de “trilha branca”, uma composição que pode ser usada por qualquer pessoa ou empresa e são encontradas em bibliotecas musicais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Essa música utilizada pela Band fazia parte da biblioteca do italiano Thomas J. Valentino, empresário do setor radicado nos Estados Unidos.

Dessa forma, outros veículos ao redor do mundo, como a Rádio TSF, de Lisboa, em Portugal, já utilizaram o tema em suas programações, como pode ser ouvido no vídeo abaixo. Inclusive, de acordo com a descrição, essa vinheta é de 1988, um ano antes da primeira utilização da trilha pela Band.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Trilha foi escolhida por acaso

De acordo com depoimento do saudoso José Paulo de Andrade, que trabalhou durante anos na Rádio e TV Bandeirantes e ancorou diversos debates e coberturas eleitorais, a música foi escolhida por Luiz Fernando Magliocca, ex-diretor artístico da Rádio Bandeirantes, poucos dias antes do debate de 31 anos atrás.

Trata-se apenas de uma curiosidade inútil, pois o fato do tema não ter sido composto pela Band, que já produziu versões próprias da canção, como um belíssimo arranjo conduzido pela orquestra do maestro João Carlos Martins, em 2010, não tira o brilho da trilha sonora oficial das eleições brasileiras.



Leia também