Sem freio, CNN Brasil já provocou 11 desfalques na Globo e quer mais - TV História

Sem freio, CNN Brasil já provocou 11 desfalques na Globo e quer mais

Whatsapp

Conforme antecipado pelo TV História com exclusividade, a CNN Brasil está promovendo uma nova ofensiva para contratar jornalistas da Rede Globo. Somente nesta semana, dois importantes nomes foram anunciados: Márcio Gomes e Glória Vanique.

Eles se juntam na extensa lista de profissionais que vieram diretamente ou tiveram passagens marcantes pelos veículos do Grupo Globo, como Evaristo Costa e William Waack, os primeiros reforços que foram contratados, em junho do ano passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No dia 22 de julho de 2019, Mari Palma e Phelipe Siani foram anunciados pela CNN Brasil. Ambos pediram demissão da Globo – ela estava no Mais Você e ele atuava como repórter dos telejornais da casa. Três dias depois, foi a vez de Luciana Barreto, que atuava como repórter do Canal Futura, do Grupo Globo.

Em 3 de setembro, Monalisa Perrone surpreendeu a Globo ao anunciar que também estava indo para o novo canal. Ela estava na emissora desde 1999 e apresentava o Hora Um desde a estreia do telejornal. Na CNN Brasil, pediu para não trabalhar durante o período da madrugada, como fazia há anos.

Kenzô Machida, repórter e apresentador da Globo no Distrito Federal, seguiu para a CNN Brasil no meio de novembro; em janeiro desse ano, o desfalque foi no time da GloboNews, com Elis Franco e Diego Sarza.

À eles se juntam, agora, Márcio Gomes, que, nos últimos meses, esteve em diversos noticiários da Globo e da GloboNews, e Glória Vanique, que apresentou normalmente a edição do Bom Dia São Paulo desta quinta (22), antes de pedir demissão em caráter irrevogável.

Afiliadas e antigos nomes

O jornalismo das afiliadas da Globo também foi desfalcado: o repórter Felipe Boldrini, da EPTV, de Campinas (SP), Taís Lopes, apresentadora da TV Verdes Mares, de Fortaleza (CE), e Luciene Kaxinawá, da Rede Amazônica, da região Norte. Elisa Weeck, que passou pela TV Vanguarda, de São José dos Campos (SP), está desde o início do canal.

Para completar, além de Evaristo e Waack, foram contratados nomes de relevância que passaram pela Globo, como Alexandre Garcia e Sidney Rezende.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


E quer mais…

Pelas informações que apuramos, a CNN Brasil quer mais. Um dos profissionais que estaria negociando com o canal seria Heraldo Pereira.

Marcelo Cosme, apresentador do Em Pauta, da GloboNews, já foi convidado duas vezes, mas se recusou a deixar o Grupo Globo em ambas as oportunidades. Outro alvo seria Sandra Annenberg, que atualmente está no Globo Repórter.



Leia também