Sem dó: autor dá o troco em artista que reclamou de Terra e Paixão

Novelista se manifestou após desabafo de artista da trama das nove da Globo

Whatsapp

Os bastidores de Terra e Paixão, trama que ocupa a faixa das 21h da Globo, foi revirado nos últimos dias depois de vir à tona um desabafo sobre o casal lésbico Mara (Renata Gaspar) e Menah (Camilla Damião). E o autor Walcyr Carrasco já tomou uma decisão.

Mara (Renata Gaspar) e Caio (Cauã Reymond) em Terra e Paixão
Mara (Renata Gaspar) e Caio (Cauã Reymond) em Terra e Paixão (divulgação/Globo)

O apagamento do romance entre mulheres na novela das nove já tinha virado assunto nas redes sociais por conta das poucas cenas e do desenvolvimento nulo da relação entre Mara e Menah.

No entanto, a polêmica ganhou novos contornos nesta semana, quando a atriz Renata Gaspar se pronunciou publicamente sobre o assunto. Ela afirmou que as duas não terão mais história.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atriz de Terra e Paixão expôs bastidores

Terra e Paixão - Renata Gaspar
Renata Gaspar como Mara em Terra e Paixão (João Miguel Júnior / Globo)

A artista publicou o comentário em seu perfil no X (antigo Twitter) e ironizou a situação com a promessa que abrirá o jogo quando Terra e Paixão acabar – o fim da novela será em janeiro.

Leia mais

“Amores, Mara e Menah não terão mais trama na novela. Acho que quando tudo acabar falaremos mais do que passamos. Mas é isso, viramos as tias, que ficam de fundo na festa e ninguém pergunta sobre sua história pois não querem saber. ‘É aquela tia que vive com a amiga dela’”, disse.

“Obrigada pelo carinho e vamos até o fim naturalizar da forma que pudermos, pois amamos as personagens e esse encontro. E sabemos o quão importante e representativo isso é pra todo Brasil. Podem desistir mas nós jamais desistiremos”, completou ela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Walcyr Carrasco se manifesta após polêmica

Walcyr Carrasco
Walcyr Carrasco (Divulgação / Globo)

O assunto logo se espalhou pelas redes sociais, inclusive com críticas ao autor Walcyr Carrasco, que comanda os rumos do folhetim junto com Thelma Guedes, sua parceira na condução da história.

Após a repercussão, o novelista se pronunciou em uma resposta enviada ao jornal O Globo por meio da assessoria da emissora carioca e justificou a situação envolvendo as personagens.

“Como todos puderam ver, nas últimas semanas o foco maior no andamento da novela foi com os acontecimentos envolvendo os personagens Antônio La Selva (Tony Ramos), Agatha (Eliane Giardini) e Irene (Gloria Pires). Eles, com suas tretas, ocuparam o maior espaço porque são protagonistas da história. Foi apenas por causa disso que as demais tramas ficaram em segundo plano”, explicou.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que acontece com Mara e Menah em Terra e Paixão?

Renata Gaspar e Camilla Damião em Terra e Paixão
Renata Gaspar e Camilla Damião em Terra e Paixão (Divulgação / Globo)

Em meio a um momento em que a Globo tem tentado não desagradar o público mais conservador, internautas chegaram a cogitar que Carrasco tenha sido impedido pelo canal de desenvolver o romance lésbico na novela das nove.

Na mesma resposta, o autor negou qualquer restrição feita pela emissora e afirmou ter liberdade para escrever a trama como bem entender.

“Não houve nenhum pedido da TV Globo neste sentido. Eu tenho liberdade total para escrever. E é com esta liberdade total que, até o final da novela, criarei o desfecho para todos os personagens. E este desfecho está apenas na minha cabeça. Nem a direção da Globo nem os atores sabem. Aguardem os próximos capítulos!”, garantiu Walcyr Carrasco.

A história de Mara e Menah de fato não será desenvolvida no que resta de Terra e Paixão, segundo informações do jornal O Globo. No entanto, as lésbicas do horário nobre terão um momento emocionante e vão ficar juntas até o final.

Whatsapp


Leia também