Se arrependeu: programa de gosto duvidoso levou apresentador à falência

Se arrependeu: programa de gosto duvidoso levou apresentador à falência

Whatsapp

Em 1991, o SBT lançou 10 novos programas para comemorar seus 10 anos no ar. Um deles era o Cocktail, atração inspirada no italiano Colpo Grosso, que era um game show erótico, misturando perguntas com striptease.

O cenário, que lembrava um transatlântico, tinha as Garotas Tim-Tim, modelos que receberam nomes de frutas como apelido. A cada ida para o intervalo, elas simplesmente exibiam os seios para os telespectadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O apresentador era ninguém menos que Luís Carlos Miele, considerado um verdadeiro show man brasileiro.

Além de cantor e animador, tendo passado por canais como Globo e Manchete, ele também era produtor e diretor de shows, trabalhando para Roberto Carlos, Elis Regina, Wilson Simonal, Sergio Mendes e Sarah Vaughan, entre outros.

Apesar de tudo, a elegância e a educação de Miele davam um ar de delicadeza em um programa de gosto duvidoso.

Cocktail teve uma grande audiência do SBT, despertando, por exemplo, a curiosidade da molecada, que ficava acordada até mais tarde para ver as Garotas Tim-Tim e as provas sensuais da atração.

Ao mesmo tempo, as críticas eram muitas, e um grupo chamado O Amanhã dos Nossos Filhos chegou a fazer uma petição contra o programa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prejuízos financeiros

Na incrível carreira de Miele, o Cocktail era o único que ele falava abertamente que se arrependia de ter feito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ligado sempre aos grandes espetáculos de qualidade e pela sua bagagem cultural, o apresentador começou a ficar associado ao erotismo barato, fazendo com que o público olhasse para ele de outra forma.

Mas não foram apenas os espectadores que se afastaram de Miele. Ele começou a ter prejuízo financeiro por estar apresentando o Cocktail.

Na época, o apresentador tinha uma produtora audiovisual que ia muito bem, com grandes clientes. Após a estreia da atração, com a repercussão negativa, ele foi perdendo contratos, muitos deles de multinacionais. Mesmo com um bom acerto no SBT, ele teve muitas perdas na época.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em entrevista à revista Istoé, Miele declarou que pediu a Silvio Santos para mudar o rumo e o foco do programa.

“Eu queria, enquanto as garotas faziam um striptease, colocar ao fundo uma crônica do Rubem Braga, ou um texto do Millôr Fernandes. Dei essa ideia para o Silvio e ele negou na hora. Disse: ‘Isso aqui é SBT, Miele. E ninguém entende mais de povão do que eu. Millôr aqui não pode'”, contou.

A atração ficou apenas um ano no ar, cedendo seu lugar ao Programa Sula Miranda.

Silvio Santos no Show de Calouros

Na mesma entrevista, o apresentador disse que o programa acabou pela preocupação de Silvio com sua imagem.

“O Silvio, na época, tinha pretensões políticas, estava de olho na eleição para Prefeito de São Paulo. Não ia pegar bem ter um programa como Cocktail”, explicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Resultado: o dono do SBT nunca saiu como candidato e o Miele foi embora da emissora.

O showman brasileiro faleceu no dia 14 de outubro de 2015, aos 77 anos, após sofrer um infarto fulminante.

Essa triste passagem pelo SBT sempre será lembrada por todos que assistiram ao Cocktail, mas é apenas um ponto negativo de uma carreira vitoriosa e que só enriqueceu a cultura do nosso Brasil.

Whatsapp


Leia também