Ex-Globo e Record, Samara Felippo escancara "teste do sofá" na televisão

Ex-Globo e Record, Samara Felippo escancara “teste do sofá” na televisão

Whatsapp

Samara Felippo, que já trabalhou na Globo e na Record, fez algumas revelações bombásticas numa recente entrevista ao canal do YouTube de Rafinha Bastos.

Samara Filippo em entrevista ao podcast de rafinha bastos

A atriz relembrou alguns episódios de machismo que ela e outras colegas viveram ao longo de suas carreiras.

“Hoje eu olho para trás e vejo os abusos que eu passei, machismo, coisas que a gente nunca enxergou na época. Vejo amigas que perderam papéis porque não deram para o diretor. Existiu esse lugar. Existiu o lugar onde eu sentei para pegar um papel e a pessoa falou: ‘Você ia fazer a protagonista, mas você não tem cara de virgem’. Virgem tem cara?”, relatou a atriz de 43 anos.

Samara não citou nomes nem deu detalhes das situações, pois isso poderia prejudicar ela e outras atrizes também.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A atriz diz que trabalhar na Globo foi muito importante para sua carreira, mas se declara feliz com o atual momento.

“É uma máquina de sonhos. Eu gosto muito da vibe de estúdio, novela, de receber capítulo. A Globo foi uma grande empresa para mim. Tenho entrada em lugares e acesso a projetos porque veio de trabalho na Globo. Mas hoje é muito libertador poder produzir de casa, realizar”, destacou.

Carreira

A Casa das Sete Mulheres

Samara Felippo estreou na televisão em 1997, numa participação no seriado infantil Caça Talentos. Depois disso, participou de algumas novelas globais, como Anjo Mau (1997), Meu Bem Querer (1998), Suave Veneno (1999), Malhação – Múltipla Escolha (1999), A Casa das Sete Mulheres (2003), Chocolate com Pimenta (2003), Da Cor do Pecado (2004),América (2005), JK (2006), O Profeta (2006), Sete Pecados(2007).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2008, participou do reality show do Domingão do Faustão, Dança dos Famosos. No mesmo ano, ainda na Globo, participou de alguns episódios do seriado Casos e Acasos.

Em 2010, retornou à televisão para participar de um dos episódios do seriado S.O.S. Emergência.

Samara Felippo em Os Dez Mandamentos

Em outubro de 2011, foi escalada para o elenco da minissérie sobre a vida de Dercy Gonçalves que teve estreia em janeiro de 2012 e foi exibida pela TV Globo.

Em 2013 foi convidada para viver Diná na minissérie José do Egito, na Record. Em janeiro de 2014, interpretou a stripper Paulinha Tsunami na série O Caçador.Em 2015, Samara deu vida à Joquebede na primeira fase da novela Os Dez Mandamentos.

Ainda na Record, integrou o elenco de Apocalipse (2017) e participou de Topíssima (2019).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vida pessoal

Samara Felippo com suas filhas

Samara Felippo nasceu no Rio de Janeiro. Desistiu de fazer o vestibular para Ciência da Computação quando conseguiu uma vaga na oficina de atores da Globo. Ela resolveu se dedicar ao curso de interpretação.

Em sua vida amorosa, morou junto com o jogador de basquete Leandrinho de 2005 a 2013, com quem teve duas filhas: Alícia, hoje com 12 anos, e Lara, de oito anos.

Após manter relacionamentos casuais, em 2018 assumiu estar em um relacionamento sério com o ator Elídio Sanna.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pandemia

Samara Felippo com suas filhas

No início da pandemia da Covid-19, a atriz passou a usar suas redes sociais para mostrar seu dia a dia .

“Mostro uma rotina real da maternidade. Escola, banho, botar para dormir. Sou uma mãe solo sem rede de apoio. Mães têm jornada contínua, e sempre quis estar trabalhando e ter tempo de qualidade com minhas filhas. Nunca abri mão de trabalhar e não posso ocultar a mulher que sou, que quer ser ativa, trabalhar, viver. Se aparecer uma novela, vou pegar”, disse numa entrevista recente à Revista Marie Claire.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Junto com as atrizes Giselle Itié e Carolinie Figueiredo, Samara realiza lives semanais em seu perfil no Instagram.

Segundo ela, seu objetivo é claro: “Me fortalecer para ajudar outras mulheres. Acessar dores, sombras, não tem lugar para neutralidade. Quero realizar meus sonhos para minhas filhas se sentirem capazes de realizar os delas”.

Whatsapp


Leia também