Saída da Globo, família e novos projetos: por onde anda Malu Mader? - TV História

Saída da Globo, família e novos projetos: por onde anda Malu Mader?

Carioca e descendente de libaneses, Maria de Lourdes da Silveira Mäder tornou-se Malu Mader e um rosto frequente na televisão e cinema brasileiros.

Nascida em 1966, descobriu sua paixão pela atuação aos 10 anos, influenciada por nada menos que o filme Capitães de Areia. Em 1972, começou a estudar no renomado Teatro Tablado, tendo Carlos Wilson e Louise Cardoso como professores.

Em 1982, graças à sua atuação na peça Os Doze Trabalhos, de Hércules (Monteiro Lobato), foi convidada por Denis Carvalho e logo estreou na Rede Globo, como Dóris Cantomaia em Eu Prometo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Depois deste papel, virou presença constante nos folhetins globais. Ano após ano, foi acumulando sucessos e personagens adorados pelo público.

Em par romântico com Lauro Corona, Malu participou de Corpo a Corpo em 1984. Em Ti Ti Ti (1985), despontou como filha do icônico Jacques Léclair (Reginaldo Faria).

Sua consagração veio com a romântica Lurdinha, de Anos Dourados (1986), sucesso de audiência na emissora. Desde então, tornou-se uma das atrizes favoritas de Gilberto Braga, autor da série, protagonizando repetidos sucessos do escritor. Graças à série, conheceu seu primeiro marido, Taumaturgo Ferreira.

E quem não se lembra da corajosa Glorinha da Abolição, de O Outro (1987)? A ex-menina de rua que vive um conturbado romance com Francisco Cuoco, na dupla interpretação dos sósias Paulo Della Santa e Denizard de Mattos? A intrigante trama, baseada na obra de Janete Clair, também foi líder de audiência.

Em seguida, vieram dois sucessos arrebatadores, Malu Mader protagonizou Fera Radical e Top Model, respectivamente novelas de Walther Negrão e Antônio Calmon.

Top Model contou a história de Duda, modelo da Covery, grife do mau caráter Alex Kundera (Cécil Thiré), um enciumado empresário que vive disputando as atenções da mãe e mulheres com seu irmão, o surfista Gaspar (Nuno Leal Maia), pai de cinco adolescentes, que enriquecem a trama. Mas é o amor entre Duda e Lucas (Taumaturgo Ferreira) que faz a novela ter picos de audiência para a emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A queridinha de Braga protagonizou diversas outras obras de sua autoria, como O Dono do Mundo (1991), as minisséries Anos Rebeldes (1992) e Labirinto (1998), e a novela Força de um Desejo (1999). Por fim, para coroar a amizade e o sucesso de Malu, Braga lhe escreveu um personagem especial, Maria Clara Diniz, de Celebridade (2003).

Ainda participou das séries Os Normais (2001), A Grande Família (2004), Guerra e Paz (2008) e até no Sítio do Picapau Amarelo (2001).

Malu Mader atuou em pelo menos um trabalho por ano na Globo até os idos de 1993. Já como coadjuvante, em 2007 foi uma bruxa em Eterna Magia e, em 2013, uma dona de casa comum em Sangue Bom (2013), depois enveredando na comédia em Haja Coração (2016).

Seu último trabalho na Rede Globo foi em Malhação: Vidas Brasileiras, em 2018. Em seguida, ela teve seu contrato com a Rede Globo encerrado, mas ainda pode participar das produções da casa através de acertos por obra.

Mas nem só de estrelato vive a atriz. Ela se arriscou como coprodutora em Belini e a Esfinge (2001), de seu marido, o titã Tony Bellotto, e como assistente de produção em O Rebu (2014).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Dona de diversas indicações e prêmios conceituados, Malu Mader tem dois filhos, João e Antônio. Em 2005, passou por uma cirurgia para a retirada de um cisto benigno do lado esquerdo da cabeça.

Atendendo aos pedidos dos fãs, cogita sua volta às novelas em nova dobradinha com Gilberto Braga, em Feira de Vaidades, trama das seis prevista para 2022.

Outro projeto que promete tirar do papel em breve será produzir, dirigir e protagonizar um filme. O trabalho estava em criação antes da pandemia e precisou de uma pausa, diante do isolamento. Mas Malu promete voltar com força total assim que possível.



Leia também