Saiba quem deve ficar e quem pode rodar na onda de demissões da Globo - TV História

Saiba quem deve ficar e quem pode rodar na onda de demissões da Globo

Whatsapp

O ano de 2020 tem sido implacável até mesmo para peças consideradas indispensáveis para a direção da Rede Globo há pouco tempo atrás. Apenas em uma semana, a emissora dispensou medalhões como Tarcísio Meira, Glória Menezes e Antônio Fagundes. E tudo leva a crer que os cortes dos grandes nomes estão apenas começando.

A reportagem do TV História investigou quais devem ser os próximos alvos do facão do setor de Recursos Humanos da rede da família Marinho.

Além disso, listamos os nomes que permanecem em segurança, com contratos de longa duração, e os que podem ter surpresas não muito agradáveis nos próximos tempos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira:

NA LINHA DE TIRO

Contratos que terminam em menos de um ano

– Chico Pinheiro

No Jornalismo da Globo há 24 anos, o atual apresentador do Bom Dia Brasil está afastado de suas funções por fazer parte do grupo de risco do novo coronavírus. Ele, porém, sequer deverá voltar ao noticiário matinal. Seu contrato termina no final do ano e a emissora já tem estudado substitutos — Marcelo Cosme e Rodrigo Bocardi são os favoritos na bolsa de apostas.

– Walther Negrão

O autor de Flor do Caribe, reprisada atualmente na faixa das 18h, não deverá ter o seu vínculo com a emissora renovado no final do ano. Ele deixou de escrever novelas em 2017 e não tem interesse em voltar para a teledramaturgia. A Globo não vai o aposentar, mas sim descontinuar o seu contrato.

– Luciano Huck

A eterna indecisão de se lançar ou não para a política pode custar o emprego do apresentador do Caldeirão do Huck. Seu contrato termina em julho de 2021 e a direção da emissora tende a lhe pressionar, não renovando o vínculo caso ele decida tentar a sorte nas eleições do ano seguinte.

– Sandra Annenberg

Efetivada no comando do Globo Repórter há menos de um ano, em outubro de 2019, a ex-titular do Jornal Hoje pode ter vida curta no programa das noites de sexta. Alguns executivos defendem que o seu contrato, que termina no fim de 2020, não seja renovado e afirmam que o formato seguiria tranquilamente apenas com Glória Maria. Outros canais estariam de olho na jornalista, como o SBT.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

NA CORDA BAMBA

Contratos que terminam em 2021

– Camila Queiroz

A estrela de Verdades Secretas pode ter uma surpresa não muito agradável assim que terminar de gravar a nova temporada da série. O contrato da musa termina em 2021 e a Globo passou a apostar em vínculos mais curtos com os atores, vigentes apenas durante a obra para que foram escalados.

– As Five

O quinteto de Malhação – Viva a Diferença corre o mesmo risco que Camila. Ana Hikari, Manuela Aliperti, Gabriela Medvedoviski, Heslaine Vieira e Daphne Bozaski têm contrato válido apenas até o final do próximo ano.

– Ana Maria Braga

A mãe do papagaio Louro José é um fenômeno comercial, mas tem se indisposto com a direção da Globo: ela quer voltar para São Paulo, mas a emissora não vê a mudança com bons olhos. Seu contrato termina em 2021 e há rumores de que a Record tem interesse em seu retorno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SEGUROS

Contratos de longo prazo

– Cid Moreira

Primeiro apresentador do Jornal Nacional, Cid pode dormir descansado. Prestes a completar 93 anos, ele renovou o seu vínculo com a Globo até 2025 – e recebeu uma rara deferência da cúpula da emissora: foi autorizado a gravar comerciais e a manter uma página pessoal no YouTube.

– Faustão

O contrato do apresentador do Domingão termina apenas no final de 2022, e ainda assim já existem conversas para que o acordo seja prolongado por mais cinco anos, indo até 2027. A relação entre as duas partes é boa: Faustão gosta da Globo – e a Globo vê nele uma espécie de patrimônio histórico.

– Galvão Bueno

Contratado até 2022, o narrador faz parte de um seleto ranking de realmente indispensáveis. A diretoria da emissora já deu a entender que irá lhe propor um contrato vitalício, mesmo após sua aposentadoria, para evitar o assédio das concorrentes.



Leia também