Repleta de estrelas, CNN Brasil já tentou de tudo, mas não sai do lugar

Whatsapp

André Santana

A “guerra de audiência” dos canais de notícia ganhou um novo capítulo desde o lançamento da TV Jovem Pan News, no final do ano passado. Apesar de novata, a emissora da Rádio Jovem Pan se tornou uma pedra no sapato da CNN Brasil, que vem encontrando dificuldades em angariar público. Algo inusitado, se considerarmos a forte campanha de lançamento e o elenco repleto de estrelas da franquia nacional do canal de jornalismo estadunidense.

Marcio Gomes

De acordo com informações do site Na Telinha, a CNN Brasil vive a pior crise de audiência desde seu lançamento, que aconteceu em março de 2020. Em maio deste ano, a emissora registrou média de 0,03 ponto, com 0,10% de participação, segundo dados divulgados pelo Kantar Ibope, ficando na 42ª posição no ranking do Painel Nacional de Televisão.

Leia mais

Já a Jovem Pan News, no mesmo mês, teve média de 0,05 ponto, com 0,14% de share, subindo para a 29ª posição.

A guerra entre os dois canais de notícia esteve acirrada desde o lançamento da Jovem Pan News. No entanto, a CNN Brasil começou a perder fôlego nesta disputa, sobretudo, após a grande mudança em sua grade de programação, que aconteceu no último mês de abril. As novidades derrubaram os índices de audiência do canal, que também leva constantes surras da GloboNews.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nova grade

Daniela Lima

Em comemoração aos seus dois anos de operação no Brasil, a CNN fez uma profunda mudança em sua grade de programação. O canal lançou o programa de economia CNN Money no início das manhãs, aumentou a duração do Live CNN e inverteu os horários do Expresso CNN e Prime Time CNN.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas as mudanças não deram o resultado esperado. O programa de economia prejudicou o CNN Novo Dia, e os jornais da faixa das 18 horas não conseguem fazer frente ao Os Pingos nos Is, programa de debates da Jovem Pan News que é seu principal destaque na programação.

Augusto Nunes

Por conta do fraco desempenho, o site Notícias da TV divulgou recentemente que a CNN Brasil já estuda novas mudanças na grade. Entre as ideias, está remover o CNN Money da atual faixa e tirar o CNN 360º (um dos jornais mais bem-sucedidos da grade) do confronto direto com Os Pingos nos Is.

Além disso, a CNN Brasil também tem buscado diminuir custos. Recentemente, a emissora dispensou Cassius Zeilmann, um de seus primeiros âncoras. O canal também dispensou Evaristo Costa, enquanto Carla Vilhena deixou a emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Grife

William Waack

Com a atual crise, a CNN Brasil em nada lembra a emissora robusta, que fez barulho ainda antes de sua estreia. Ao longo de todo o ano de 2019, o canal anunciou sua chegada ao Brasil e não economizou nas contratações, montando um elenco de estrelas do jornalismo nacional.

Nomes como Evaristo Costa, William Waack, Reinaldo Gottino, Monalisa Perrone, Mari Palma e Phelipe Siani foram anunciados com pompa. A campanha de divulgação deu tão certo que a CNN Brasil ganhou o prêmio Lançamentos do Ano do 33º Prêmio Veículos de Comunicação, realizado pela revista Propaganda, em 2019 – sendo que ela só entrou no ar em 2020.

Da estreia em diante, o canal de notícias esteve sempre em evidência, seja pelos furos, pelos vacilos ou pela constante movimentação em seus bastidores. Neste tempo, o canal dispensou algumas grifes, como Evaristo Costa, mas arrebatou outras, como Carla Vilhena (que já saiu), Bóris Casoy e Marcio Gomes.

Do rádio

Tutinha

A Jovem Pan News, por outro lado, não teve toda esta força em seu lançamento. A emissora não tem grandes grifes, nem teve uma campanha de lançamento tão extensa. Entretanto, o canal tem o selo e o know-how da rádio, o que inclui programas já consolidados, como o Pânico.

Além destes fatores, a linha editorial do canal também facilitou a criação de uma identidade mais forte. Assim como a rádio, a Jovem Pan News é bastante alinhada à direita, o que facilitou sua entrada junto aos espectadores que se identificam com o atual governo.

Já a CNN Brasil não tem uma identidade muito definida. A emissora tem uma equipe competente e bons programas no ar, mas sua grade é formada por jornais muito parecidos uns com os outros. Com isso, não conseguiu criar um vínculo forte com o espectador. Isso pode explicar a dificuldade em criar um público fiel.

Whatsapp


Leia também