Recurso antigo: 10 novelas que podem ter inspirado Um Lugar ao Sol - TV História

Recurso antigo: 10 novelas que podem ter inspirado Um Lugar ao Sol

Whatsapp

A estreia de Um Lugar ao Sol, novela inédita das nove da Globo, trouxe de volta para a telinha um recurso utilizado há décadas em novela: as histórias envolvendo irmãos gêmeos. Boa parte das tramas que usou desse expediente fez sucesso.

Confira na lista:

O Acusador

Obscura trama exibida em 1964 pela Tupi do Rio (e em 1965 em São Paulo), era estrelada por Jardel Filho, que viveu irmãos gêmeos. Na trama policial, que se passava no interior de Pernambuco, um assumiu o lugar do outro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alma Cigana

Sucesso de Ivani Ribeiro, exibido entre março e maio de 1964 pela Tupi, Alma Cigana tinha a jovem Ana Rosa vivendo duas irmãs gêmeas: Estela, que entra para um convento e assume o nome de Irmã Tereza, e Esmeralda. Foi a primeira novela diária da emissora e ganhou um remake na própria Tupi, em 1971: A Selvagem, com a mesma atriz nos papeis principais.

Mulheres de Areia

Uma das novelas mais bem-sucedidas da história da televisão brasileira, Mulheres de Areia teve duas versões de sucesso: em 1973, na Tupi, e em 1993, na Globo, ambas escritas por Ivani Ribeiro. As protagonistas, as irmãs gêmeas Ruth e Raquel, foram vividas, respectivamente, por Eva Wilma e Glória Pires.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maria Maria

Manoel Carlos colocou gêmeos pela primeira vez em Maria Maria, novela exibida entre janeiro e junho de 1978 pela Globo, na faixa das seis, baseado no romance Maria Dusá. Nívea Maria vivia as gêmeas Maria Alves, a Mariazinha, e Maria Dusá, que tinham personalidades completamente diferentes.

Baila Comigo

Primeira novela solo de Manoel Carlos na faixa das oito da Globo, Baila Comigo foi um grande sucesso, com exibição entre março e setembro de 1981. Um dos momentos mais aguardados da trama foi o encontro dos gêmeos Quinzinho e João Victor, ambos vividos por Tony ramos, que não se conheciam.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Clone

Em nova exibição no Vale a Pena Ver de Novo, da Globo, O Clone foi um sucesso da emissora exibido entre 2001 e 2002. A trama de Glória Perez trouxe Murilo Benício em três papeis. Inicialmente, ele viveu os irmãos gêmeos Lucas e Diogo. Este último morreu no início da trama e foi clonado pelo Dr. Albieri (Juca de Oliveira). Dessa forma, veio ao mundo Léo, que Lucas e Jade encontram no futuro.

Da Cor do Pecado

Atualmente em exibição no canal Viva, Da Cor do Pecado trouxe os gêmeos Paco e Apolo, vividos por Reynaldo Gianecchini e que foram separados no nascimento. Enquanto Paco foi criado por uma família milionária, Apolo ficou com a mãe, Edilásia (Rosi Campos), chefe da família Sardinha. Após acidentes, ambos são dados como mortos; Paco assume o lugar de Apolo, que reaparece vivo no final da trama.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paraíso Tropical

Outra produção em exibição no canal Viva, Paraíso Tropical, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, contou a história das gêmeas Paula e Taís, ambas vividas por Alessandra Negrini. Braga queria Cláudia Abreu para o papel, mas a gravidez da atriz impossibilitou a participação. Negrini acabou sendo elogiada pelo desempenho de Taís, uma das vilãs da trama.

Viver a Vida

Em sua penúltima novela, Manoel Carlos voltou a usar gêmeos numa trama. Mateus Solano viveu os irmãos Jorge e Miguel, de personalidades opostas, em Viver a Vida. Jorge era um arquiteto responsável e trabalhador, com valores rígidos, enquanto Miguel, residente de Medicina, era alegre, divertido e fazia brincadeiras fora de hora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rock Story

Novela das sete exibida entre novembro de 2016 e junho de 2017, contou com Natália Dill vivendo as gêmeas Júlia e Lorena Monteiro. A primeira acaba sendo presa injustamente; a segunda, que era cúmplice de Alex (Caio Paduan) e morre após ser baleada ao fugir da polícia, faz um vídeo inocentando a irmã.

Além dessas tramas, mais produções tiveram gêmeos, como Feijão Maravilha (Ambrósio e Ambrásio), Mico Preto (Zé Luís e Arnaldo), Porto dos Milagres (Félix e Bartolomeu), Prova de Amor (Eduardo/Joãozinho) e Êta Mundo Bom! (Pancrácio e Pandolfo), entre outras.

Whatsapp


Leia também