Raramente acontece: de A Viagem a Império, 5 novelas cujos protagonistas morreram - TV História

Raramente acontece: de A Viagem a Império, 5 novelas cujos protagonistas morreram

Whatsapp

Associada geralmente a castigos para os vilões nos finais das novelas, a morte ainda parece um tabu quando voltada para personagens “do bem”. Por isso, nesta lista, vamos conhecer alguns protagonistas de novelas que simplesmente morreram durante o decorrer das tramas.

É claro que este texto está recheado de spoilers sobre as novelas. Se estiver ciente, confira:

Virgínia – A Intrusa (2001)

No início do século, a Televisa estava com um projeto de “trilogia das gêmeas”, visando dar continuidade ao sucesso da exitosa “trilogia das Marias”, protagonizada por Thalia. Após o êxito de A Usurpadora (1998), a emissora levou ao ar uma novela também protagonizada pela atriz venezuelana Gabriela Spanic. Não podia dar errado, mas deu.

Remake da novela Valentina (1975), cuja protagonista morria no decorrer da trama para dar gás à novela, A Intrusa enfrentou índices mornos de audiência e levou ao ar a protagonista Virgínia morrendo na reta final da história. Sua irmã gêmea, Vanessa, assumiu seu lugar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Juliana – Escrava Mãe (2016)

Em 2016, a Record resolveu inovar e lançou um prelúdio da novela Escrava Isaura, que a emissora tinha produzido em 2004, inspirada na história de Bernardo Guimarães. Ao contrário de Isaura, Escrava Mãe, contava a história da mãe de Isaura, a escrava Juliana (Gabriela Moreyra).

Quem conhece e viu a novela de 2004, sabe que Juliana morreu açoitada no tronco no primeiro capítulo. Em Escrava Mãe, Juliana dá à luz e tem sua filha sequestrada pela vilã Maria Isabel (Thaís Fersoza).

Debilitada, Juliana morre nos braços de seu amado Miguel (Pedro Carvalho).

Comendador José Alfredo – Império (2014)

A penúltima novela de Aguinaldo Silva na Globo ganha uma reprise atualmente no horário nobre. Na trama, Alexandre Nero, vive o protagonista Zé Alfredo em um dos seus melhores papéis na TV.

No final da história, o protagonista descobre que o filho José Pedro (Caio Blat) é seu inimigo, Fabrício Melgaço, e que sequestrou a meia-irmã Cristina (Leandra Leal).

Zé Alfredo morre no último capítulo de Império, nas mãos do próprio primogênito, que acaba preso.

Mas, para surpresa dos telespectadores, o Comendador reaparece como fantasma no momento em que sua família se reúne para tirar uma foto numa festa no final da novela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Serena e Rafael – Alma Gêmea (2005)

Um amor que rompe as barreiras da vida. Esse é o plot de Alma Gêmea (2005), maior sucesso das 18h do século. Rafael (Eduardo Moscovis) é um botânico apaixonado pela esposa, a bailarina Luna (Liliana Castro).

Assassinada na entrada do Theatro Municipal de São Paulo, após um assalto orquestrado pela prima má Cristina (Flávia Alessandra), Luna reencarna no mesmo instante na indígena Serena (Priscila Fantin).

Vinte anos depois, Serena parte para São Paulo, em busca de reviver seu amor. Ao final da trama, Cristina atira em Serena, mas Rafael entra na sua frente, morrendo pela amada. A indígena tem um infarto e também morre.

Num plano espiritual, Serena e Rafael descobrem quem eles foram em todas as outras encarnações, e que são almas gêmeas justamente por terem estado juntos em todas as outras vidas, ora como irmãos, amigos, casados, mas sempre com o amor verdadeiro prevalecendo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Otávio e Diná – A Viagem (1994)

Um dos maiores clássicos da televisão brasileira está sendo reprisado atualmente no canal Viva. Escrita por Ivani Ribeiro, com colaboração de Solange Castro Neves, A Viagem (1994) rompe com todos os argumentos tradicionais da telenovela.

Os protagonistas Diná (Christiane Torloni) e Otávio Jordão (Antônio Fagundes), além do vingativo Alexandre (Guilherme Fontes), morrem durante a exibição da novela.

Primeiro Alexandre morre ao suicidar-se na prisão, por conta de um crime que cometeu. Depois, morre o advogado Otávio (num acidente de carro provocado por Alexandre) e, depois, morre também Diná (de um infarto fulminante após reencontrar sua sobrinha Beatriz, que estava desaparecida, pois era sua última “missão na Terra”).

No “Nosso Lar”, colônia espiritual onde o os espíritos evoluem e aprendem lições de amor e paz, Diná e Otávio se aperfeiçoam para tentar converter Alexandre, que está preso no “Vale dos Suicidas”, para que ele reencarne e se torne uma pessoa melhor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Entre outros casos, vale também uma menção honrosa para Renato Villar (Tarcísio Meira), de Roda de Fogo (1986), recentemente disponibilizada no Globoplay.

E você, lembra de outro protagonista que morreu durante alguma novela? Comente!

Whatsapp


Leia também