Projeto de lei pede que redes de TV mostrem crianças desaparecidas em horário nobre



Em 1995, a novela Explode Coração, escrita por Glória Perez e exibida pela Globo, fez uma grande campanha nacional que mobilizou o País: o drama das crianças desaparecidas.

Na época, em cada final de capítulo da novela das 20h, o programa mais visto da TV brasileira, eram mostrados painéis de crianças e adolescentes desaparecidos.

Pensando no retorno que teve na época e no aumento de desaparecidos no Brasil, um projeto de lei que está tramitando no Senado pede que a medida seja obrigatória em todas as redes de TV.

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 44/2016 prevê que emissoras de TV divulguem fotografias de crianças desaparecidas em horário nobre nos intervalos comerciais de seus programas de maior Ibope.

Autor do projeto, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) afirma que se baseou na dor das famílias, principalmente das mães das crianças: “Quando se perde um filho pela dor da morte, podemos dizer que passamos pela dor alguns anos depois. No caso do desaparecimento, a dor é permanente”.

O senador também diz que a boa experiência de 1995 mostra que a divulgação das imagens das crianças em horário nobre ajuda a aliviar a dor de suas mães: “Na época de Explode Coração, tivemos uma experiência muito boa na Globo. Eu tenho certeza de que a divulgação das fotos dessas crianças como eram e como estão no momento vai trazer de volta para casa muitas crianças desaparecidas”.

O projeto já foi aprovado pela Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicações do Senado Federal e está na Comissão de Direitos Humanos. Se passar por ela, vai para votação em plenário. Uma vez aprovado, vai para ser sancionado pelo presidente Michel Temer.





Leia também