Premiere, da Globo, perde 400 mil assinantes e gera prejuízo milionário

A pandemia causada pelo novo coronavírus está causando estragos na economia mundial, mas foi particularmente devastadora para o Premiere, serviço de pay-per-view do Grupo Globo.

De acordo com reportagem de Gabriel Vaquer no UOL Esporte, com a paralisação do futebol brasileiro o serviço já perdeu mais de 400 mil assinantes – cerca de 29 mil contratos são suspensos por dia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O prejuízo mensal mínimo já se aproxima da casa dos R$ 32 milhões. Dessa forma, o número de assinantes está abaixo de 1,5 milhão desde 2010, quando a TV paga brasileira iniciou um período de grande crescimento.

Sem previsão de volta dos jogos, o serviço está com a venda suspensa na operadora Claro/Net. Diretamente através do aplicativo Premiere Play e nas demais operadoras, a plataforma segue sendo comercializada normalmente.

“A Globo está atenta a todos os impactos da pandemia de coronavírus no mundo do futebol. O número de assinantes do Premiere é apenas um deles. Após a volta do futebol, é esperada uma retomada importante do Premiere, considerando que o torcedor já ficou um período sem jogos durante a pandemia”, declarou a emissora à reportagem do UOL Esporte.



Leia também