Poucos se lembram que A Gata Comeu era remake; compare os elencos das duas versões - TV História

Poucos se lembram que A Gata Comeu era remake; compare os elencos das duas versões

Whatsapp

Para muitos noveleiros, A Gata Comeu é uma das melhores novelas que a Globo já produziu. Exibida em 1985 no horário das seis, a trama foi um grande sucesso de público, trazendo uma audiência parecida com a novela das oito. Christiane Torloni e Nuno Leal Maia deram vida ao casal Jô Penteado e Fabio.

No entanto, muita gente não sabe que o confuso romance entre Jô e Fabio foi retratado na primeira versão da novela, em 1974. Produzida pela TV Tupi, A Barba Azul também foi um grande sucesso de público e crítica, trazendo bons pontos no Ibope a emissora, que já vinha sofrendo uma crise financeira.

Eva Wilma e Carlos Zara foram os protagonistas da trama de Ivani Ribeiro. Anos depois, eles se casariam na vida real.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O TV História traz a comparação do elenco desses grandes marcos da teledramaturgia brasileira:

Eva Wilma, que vinha do grande sucesso em Mulheres de Areia, viveu a personagem Jô Penteado, uma mulher rica e charmosa, mas com uma personalidade forte. É apaixonada pelo professor Fabio Coutinho, vivendo em pé de guerra com ele. Christiane Torloni, que vinha fazendo vários sucessos na Globo, deu vida a Jô em A Gata Comeu.

Carlos Zara, que também tinha trabalhado em Mulheres de Areia, interpretou Fabio Coutinho, professor liberal e machista, também apaixonado por Jô. Nuno Leal Maia, que tinha estrelado Champagne e Vereda Tropical, ficou com o papel em 1985.

Horácio Penteado, pai de Jô Penteado, é um viúvo rico que se dedica a filha até se casar novamente com Ester, deixando Jô triste com esse afastamento. Newton Prado, ator de vários sucessos na Tupi, deu vida ao personagem em 1974; Mauro Mendonça, já consagrado em 1985, viveu Horácio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Lia de Aguiar, atriz que começou sua carreira bem no início da TV, interpretou Ester Penteado, segunda esposa de Horácio. Anilza Leoni ficou com o papel em A Gata Comeu – era sua terceira novela na televisão.

Jussara Freire, que estava no começo de sua carreira de atriz, foi escolhida para viver Glaucia, meia-irmã de Jô que fazia de tudo para atrapalhá-la. Bia Seidl, que teve destaque na novela Louco Amor, foi convidada para viver Glaucia em 1985.

Lenita, irmã de Jô e Glaucia, é meiga e compreensiva. Na versão de 1974, Analu Graci deu vida a Lenita; em 1985, foi a vez de Deborah Evelyn, que estava iniciando sua carreira.

Kate Hansen, que fazia sucesso também como modelo, viveu Paula, noiva do professor Fabio, que trabalhava em uma das empresas de Horácio. Fátima Freire, musa dos anos 1980, deu vida a Paula na versão de 1985.

Xande, irmão de Paula, é aluno de Fabio e faz parte do Clube Cebolinhas. Dimitri Orrico viveu o personagem em 1974, e Oberdan Jr. foi o intérprete em 1985.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sueli, irmã de Paulo e Xande, também é aluna de Fabio. A jovem Suzy Camacho foi a intérprete da personagem na primeira versão. Juliana Martins deu vida a Sueli na segunda versão.

Em A Barba Azul, Douglas Mazzola viveu Cuca, filho de Fabio e que cria o Clube Cebolinhas. Danton Mello, estreando como ator em sua primeira novela, ficou com o papel em 1985.

A filha caçula de Fabio, Adriana, foi interpretada por Ana Luiza Lancaster na primeira versão e Kátia Moura na segunda.

Gustavo Penaforte, mais conhecido como Gugu, era amigo de Horácio e fazia parte da excursão que ficou desaparecida. Luiz Carlos de Moraes viveu Gugu em A Barba Azul e Cláudio Corrêa e Castro interpretou o divertido personagem em A Gata Comeu.

Elizabeth Hartmann, que fez vários sucessos na Tupi, foi a intérprete de Tereza Penaforte, esposa de Gustavo e que vivia brigando com o marido. A divertida e talentosa Marilu Bueno deu vida à personagem em A Gata Comeu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nádia Lippi, que era um símbolo sexual nos anos 1970, deu vida a Babi, filha de Gugu e Tereza, uma jovem bonita e rica, que arranja vários namorados. A jovem Mayara Magri fazia a sua segunda novela na Globo quando interpretou a personagem na versão de 1985.

Tito, o jovem namorado de Babi, foi interpretado por João Signorelli em A Barba Azul; na novela A Gata Comeu, quem viveu o personagem foi o ator Jayme Periard.

Paulo Figueiredo e Élcio Romar viveram Zé Mário, o Braguinha, respectivamente nas duas versões da novela.

Oscar, casado com Conceição, se finge de doente quando está em casa, mas, ao sair do lar, a doença some e ele vai se divertir. Na versão da trama de 1974, o ator Ivan Mesquista ficou com o papel. Em 1985, o personagem ficou com Luiz Carlos Arutin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Yolanda Cardoso, atriz que trabalhou nas novelas Bel-Ami e A Volta de Beto Rockfeller, viveu em A Barba Azul a personagem Conceição, bondosa esposa de Oscar, que trabalha e sustenta a casa. Dirce Migliaccio, que fez grande sucesso em O Bem Amado e como Emília, no Sitio do Pica Pau Amarelo, teve esse papel em A Gata Comeu.

Vitório Galhardi, um garçom que se passava pelo Conde de Parma, foi vivido por Edney Giovanezzi em A Barba Azul e depois voltou com Laerte Morrone em A Gata Comeu.

Outros personagens: Televisa (Norah Fontes / Kleber Macedo), Zazá (Rachel Martins / Aracy Cardoso), Nanato (Haroldo Botta / Silvio Perroni), Cecéu (João Luiz / Rafael Alvarez), Verinha (Janice Barreto / Juliana Lucas Martin), Rafael (Geraldo Del Rey / Eduardo Tornaghi), Ivete (Wanda Stefânia / Nina de Paula).

Whatsapp


Leia também