Por onde anda Paulo Figueiredo, o Rodrigo de Laços de Família e Afrânio de Mulheres Apaixonadas? - TV História

Por onde anda Paulo Figueiredo, o Rodrigo de Laços de Família e Afrânio de Mulheres Apaixonadas?

Paulistano, filho de Sebastião Figueiredo e Dionísia Alves Figueiredo, Paulo Figueiredo tem 80 anos, sendo mais de 50 de carreira.

O pai foi dono de lavanderia em São Paulo, mas também músico amador, rotina que fez Paulo desenvolver uma excentricidade musical, tocando sozinho e simultaneamente seis instrumentos.

Na era do rádio, foi calouro em diversos shows e programas. Nos anos 50, na extinta TV Tupi, participou algumas vezes do Circo Bombril, sob o comando de Walter Stuart. Na mesma época, iniciou carreira como cantor e músico, até meados dos anos 60.

Em 1963, Paulo Figueiredo estreou na TV Excelsior, com o programa Quem Quiser que Conte Outra. Não demorou muito para começar a participar de novelas, como O Caminho das Estrelas (1965), O Grande Segredo (1967), entre outras.

Ainda em 1967, voltou à TV Tupi em inúmeras novelas, principalmente trabalhando com Geraldo Vietri, como ator e colaborador nos textos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No teatro, Paulo Figueiredo fez o sucesso Sua Excelência, o candidato (1984/85), com turnê por todo o Brasil.

Nos anos 70, foi tendência para o cinema como ator, roteirista e diretor. No início dos anos 90, na Rede Manchete, escreveu a minissérie Ilha das Bruxas e Fronteiras do Desconhecido. No SBT, participou de Éramos seis (1994) e foi autor e roteirista em Sangue do Meu Sangue (1995). Na Band, também foi diretor em Serras Azuis (1998).

Na Rede Globo, teve uma longa carreira. Foi roteirista e codiretor de alguns especiais de fim de ano do Roberto Carlos, ao lado de Augusto César Vanucci. Na emissora, foi roteirista e codiretor de Os Paranormais, quadro do Fantástico, no final da década de 70.

Como ator da emissora, Paulo fez praticamente uma novela por ano entre 1978, em A Sucessora, e 2007, em Luz do Sol.

Alguns de seus grandes sucessos foram Marrom Glacê, (1979), Baila Comigo (1981), Sol de Verão (1983), O Outro (1987) e Terra Nostra (1999).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em 2000, foi Rodrigo em Laços de Família, trama em exibição na Rede Globo. Solteiro, maduro e charmoso, ele era apaixonado por Alma (Marieta Severo), sonhando em ser seu quinto marido. Entre festas chiques e cavalgadas, ele vai tentado conquistar a socialite. Depois, esteve em Mulheres Apaixonadas (2003), quando viveu Afrânio, casado com Silvia (Natália do Valle).

Em 2007, Paulo Figueiredo foi para a Record. Na emissora, esteve em mais de 11 projetos, a maioria novelas como em Luz do Sol (2007), Promessas de Amor (2009), Os Dez Mandamentos (2015), Jesus (2018) e, atualmente, está no elenco de Amor sem Igual.

Sua esposa é Maria Emília, com quem é casado há 50 anos, e tem Paulo César, Gisele e Luciana. Esta última, por sua vez, lhe deu um neto , João Pedro.



Leia também