Por onde anda Neusa Borges, a Dalva de O Clone?



Neusa Borges nasceu em 8 de março de 1941, em Florianópolis (SC). Iniciou sua carreira na capital paulista, como crooner de orquestras, tendo trabalhado com grandes maestros.

Sua estreia na televisão aconteceu em 1970, em Simplesmente Maria, da TV Tupi. Depois disso, esteve em algumas novelas da emissora, inclusive A Viagem (1975).

Foi para a Globo em 1976, onde esteve em Escrava Isaura, Dona Xepa, Sinhazinha Flô e Dancin’ Days.

Depois de algumas participações na Band, na Cultura, no SBT e na Manchete, se fixou novamente na Globo.

Nos anos 1990, teve papeis em tramas como De Corpo e Alma, Quatro por Quatro e A Indomada.

Um papel de destaque veio em 2002, quando viveu a Dalva de O Clone. Também participou de América, Araguaia e Caminho das Índias.

A atriz sofreu um acidente em 2003, durante desfile pela Unidos da Tijuca no Carnaval do Rio de Janeiro. Ela fraturou a bacia e teve que passar por cirurgia. Ganhou na justiça uma indenização de R$ 700 mil.

Neusa já fez apelos pedindo novos papeis na televisão, pois estava passando por problemas financeiros. Depois disso, participou, por exemplo, de Salve Jorge e Boogie Oogie.

Em 2016, esteve em Escrava Mãe, da Record. Depois, participou de séries como Xilindró, Valor da Vida e Sob Pressão. Em 2020, estará em Auto Posto, do Comedy Central.

Em recente entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!, a atriz, que tem 79 anos, disse que nunca entendeu o motivo de não ter um contrato fixo com a Globo. “Queria descobrir isso antes de morrer. Eu fiquei praticamente 50 anos ali dentro. Eu fiz grandes trabalhos com certeza, mas eu sempre digo, quando falam que não existe racismo. Talvez por ser mulher negra?”, questionou.

“Mas uma coisa é certa: Eu nunca mamei na teta da Globo, porque eu sei muito bem que tem gente contratado por 10, 15, 20, 30 anos. Sempre dei a Globo bons e belos trabalhos. E uma coisa que devo a ela é que sou reconhecida não só no Brasil, como lá fora”, completou.

Nos últimos anos, Neusa Borges vive em Salvador (BA), onde montou um brechó.




Deixe sua opinião



Leia também