Perdeu o útero: promessa da Globo deixou novelas para priorizar os filhos

Whatsapp

Conhecida por interpretar personagens de personalidade forte nas novelas em que atuou na Globo, Fernanda Machado nasceu em Maringá (PR), em 10 de outubro de 1980.

Insensato Coração

Começou a atuar aos 12 anos, no teatro amador de sua cidade natal. Se mudou para Curitiba (PR), onde cursou Artes Cênicas na Faculdade de Artes do Paraná (FAP).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Seu primeiro papel na televisão foi na apagada novela Começar de Novo, em 2004, onde viveu Sonya. Contudo, no ano seguinte, ela ganharia uma grande oportunidade ao atuar no sucesso Alma Gêmea, que atualmente vem sendo reprisada no canal Viva.

Alma Gêmea

Na trama, ela viveu Dalila, uma jovem ambiciosa que vivia um relacionamento às escondidas com um homem casado, Raul (Luigi Baricelli), ajudando Cristina (Flávia Alessandra) em suas armações. No entanto, a gravidez da personagem ao longo do folhetim acabou humanizando a vilã.

“Fiz Alma Gêmea logo que terminei Começar de Novo. Dalila foi minha primeira personagem que teve uma trajetória transformadora. Ela começou a trama mau-caráter, meio vilã, ou bastante, né?! E o que mais achei interessante foi que essa transformação veio pela maternidade. Na gravidez, ela já começa a sentir a mudança de valores e, depois que a bebê nasce, ela se transforma completamente. É muito bacana ver que ela foi modificada pelo amor”, explicou a atriz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acompanhou parto

Alma Gêmea

Para dar mais veracidade na fase da trama em que ela estava grávida, a atriz, que naquela época ainda não era mãe, fez questão de conversar com gestantes para entender os desafios da maternidade. Ela chegou, inclusive, a assistir ao parto de uma das pacientes de sua ginecologista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Foi um parto normal. Cheguei em cima da hora, e o bebê já estava quase saindo. Eu pude ver tudo! E não tem nada igual como ver uma cena dessas. Aliás, foi o primeiro parto que vi, mesmo sem conhecer a família. E é muito louco pensar que essa criança já tem 17 anos”, relembrou Fernanda.

Em seguida, veio outro papel de destaque: Joana, de Paraíso Tropical (2007). Depois vieram Lorena, de Queridos Amigos (2008), Laís, de Caras e Bocas (2009), Luciana, de Insensato Coração (2011), a golpista Leila, de Amor à Vida (2013), e a delegada Andréia, da série Impuros (2018), até o momento seu último crédito na televisão.

Paraíso Tropical

No cinema, a atriz participou de 11 filmes, com destaque para Tropa de Elite (2007), uma das maiores bilheterias do cinema nacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Drama pessoal

Fernanda Machado e marido

Fernanda Machado, que é casada com o corretor de imóveis Robert Riskin e mora há oito anos na California, nos Estados Unidos, passou por um drama pessoal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ela, que já é mãe do pequeno Lucca, de seis anos, perdeu o útero após o nascimento do segundo filho, Leo Beck Riskin. Durante o parto, a atriz teve complicações durante a cesariana e precisou remover o órgão.

“Chorei muito só de pensar que nunca mais vou ter outro bebezinho crescendo no meu ventre”, desabafou a artista em postagem no Instagram.

Ela, que entre as duas gestações havia sofrido um aborto espontâneo, que a deixou bastante arrasada, sofreu ainda mais por não poder ter o apoio de sua família, que mora no Brasil. O parto aconteceu no período do agravamento da pandemia de Covid-19.

“O amor vence tudo. Nós conseguimos, eu nem acredito. Passamos pela tempestade. E agora veio a calmaria. Depois de uns meses difíceis de preocupações de como seria parir no meio dessa pandemia, a tristeza que veio com a perda do meu sogro e as incertezas da placenta previa”, relatou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gratidão

Fernanda Machado e família

Fernanda confessou que chorou muito ao receber a notícia que precisaria retirar o útero, mas se diz agradecida por ter tido a chance de ser mãe duas vezes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Estou grata demais por ter tido a chance de ter meus dois tesouros: Lucca e Leo. E, principalmente, por baby Leo ter chegado cheio de saúde, nos abençoando com tanta alegria e amor”, enfatizou.

Em recente entrevista ao portal Metrópoles, Fernanda, que atualmente tem 41 anos, não descartou um retorno à sua carreira. No entanto, deixou claro que vai esperar o crescimento dos dois filhos e o controle da pandemia para voltar.

“Filho é a coisa mais importante da minha vida, e procuro priorizar esses primeiros anos de vida. Passa tão rápido! Ser mãe é um dos trabalhos mais importantes que eu poderia ter. Estou investindo meu tempo na educação dos meus filhos. O futuro a gente não sabe, mas estou sempre aberta para o que ele me trouxer”, concluiu.

Whatsapp


Leia também