Panelinha: os queridinhos que os autores de novelas não abriam mão

Whatsapp

Sempre que uma novela de determinado autor ou autora entrava no ar, rostos familiares de outras produções assinadas pelos profissionais geralmente voltavam à telinha.

Listamos abaixo alguns dos artistas que compuseram essas “panelinhas”, ressaltando que não se trata de um demérito, já que muitos conquistaram tais privilégios com seu talento.

Confira:

Manoel Carlos

História de Amor

Leia mais

Não são poucos os artistas prestigiados por Maneco em suas novelas sempre que as agendas permitiam. Hoje afastada da televisão, Regina Duarte viveu nada menos que três protagonistas de tramas do autor, em História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida – ele já havia escrito para ela nas séries Malu Mulher e Joana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem também não perdia a chance de estar numa produção dele era Lília Cabral, que teve papeis de destaque em História de Amor, Laços de Família, Páginas da Vida e Viver a Vida.

Lilia Cabral e Fernanda Vasconcellos em Páginas da Vida

Entre os homens, um dos recordistas de participações foi José Mayer, presente em História de Amor, Laços de Família, Presença de Anita, Mulheres Apaixonadas, Páginas da Vida e Viver a Vida.

Outros artistas que brilharam em novelas de Maneco foram Vivianne Pasmanter, Regiane Alves, Tony Ramos, Helena Ranaldi, Vera Holtz, Carolina Dieckmann, Marcos Caruso, Natália do Valle, Paulo Figueiredo, Leonardo Miggiorin, Marly Bueno e Umberto Magnani, além da filhota Julia Almeida, é claro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aguinaldo Silva

Lilia Cabral

Assim como Manoel Carlos, Aguinaldo Silva também adora trabalhar com Lília Cabral. A atriz esteve em Vale Tudo, Tieta, Pedra sobre Pedra, Fina Estampa, Império e O Sétimo Guardião – as três últimas com imenso destaque.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um artista muito presente em suas tramas foi José Mayer, que iniciou a parceria em Partido Alto e prosseguiu em Tieta, A Indomada, Senhora do Destino, Fina Estampa e Império.

Eva Wilma

Outros nomes geralmente prestigiados pelo autor foram os de Eva Wilma, Renata Sorrah, Adriana Esteves, Susana Vieira, Paulo Betti, Luiza Tomé, José Wilker, Antônio Fagundes, Flávio Galvão, Wolf Maya e Leandra Leal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gilberto Braga

Gilberto Braga e Malu Mader

O saudoso autor tinha Malu Mader como uma de suas atrizes favoritas. Ela estreou nas tramas dele em Corpo a Corpo e se destacou em Anos Dourados, O Dono do Mundo, Anos Rebeldes, Labirinto, Força de um Desejo e Celebridade. Dispensada pela Globo, ela estava cotada para Feira das Vaidades, novela do autor que acabou sendo cancelada antes de sua morte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra atriz que o novelista sempre fazia questão de contar era Cláudia Abreu, que teve seu primeiro trabalho com ele em Anos Rebeldes. Depois vieram Pátria Minha, Labirinto, Força de um Desejo e Celebridade. O autor a queria em Paraíso Tropical, como as gêmeas Paula e Taís, mas a gravidez de Cláudia impediu nova parceria.

Pátria Minha

Entre os homens, um dos mais constantes era Fábio Assunção. A primeira vez foi em Pátria Minha; depois vieram Labirinto, Força de um Desejo, Celebridade e Paraíso Tropical. Ele participaria de Insensato Coração, mas pediu afastamento para se tratar em uma clínica de reabilitação.

Mais nomes sempre presentes nas tramas de Braga quando possível: Isabela Garcia, Glória Pires, Cássio Gabus Mendes, Nathalia Timberg, Reginaldo Faria, Antônio Fagundes, Nildo Parente, Daniel Dantas, Deborah Evelyn, Ivan Cândido, André Barros, Yaçanã Martins, Beatriz Segall, Marcos Palmeira, Hugo Carvana, Cláudio Corrêa e Castro, Joana Fomm e Otávio Müller.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Walcyr Carrasco

Elizabeth Savalla

O autor, que estreou na Globo em O Cravo e a Rosa, também tem a sua lista de artistas preferidos. Uma delas é Elizabeth Savalla, primeira vez com ele em A Padroeira. Depois disso, a parceria foi retomada em Chocolate com Pimenta, Alma Gêmea, Sete Pecados, Caras & Bocas, Morde & Assopra, Amor à Vida e Êta Mundo Bom!, sempre em papeis de destaque.

Já Flávia Alessandra teve alguns de seus principais papeis em novelas de Walcyr Carrasco. A primeira vez dela em tramas do autor veio justamente em Alma Gêmea, como a vilã Cristina. Em seguida, vieram novas participações em Caras & Bocas, Morde & Assopra e Êta Mundo Bom!.

Alma Gêmea

Outra atriz sempre requisitada por Carrasco, Ana Lúcia estreou com o autor em O Cravo e a Rosa. Após esse trabalho, esteve em Alma Gêmea, como a vilã Débora, além de Sete Pecados, Caras & Bocas, Verdades Secretas, Êta Mundo Bom!, O Outro Lado do Paraíso e A Dona do Pedaço.

Mais nomes: Priscila Fantin, Malvino Salvador, Neusa Maria Faro, Drica Moraes, Nívea Stelmann, Fúlvio Stefanini e Erik Marmo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Glória Perez

De Corpo e Alma

A lista de Glória Perez é composta por nomes ecléticos, como Eri Johnson, que participou de Barriga de Aluguel, De Corpo e Alma, Explode Coração, Pecado Capital, O Clone e América, além da minissérie Desejo. A regra foi quebrada em Salve Jorge e A Força do Querer, quando o ator estava envolvido com a Record.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eternamente lembrado pela sua participação no humorístico TV Pirata e pelo papel de Porfírio em Meu Bem, Meu Mal (1990), Guilherme Karam participou de Partido Alto, Carmem, ainda na Manchete, Explode Coração, Hilda Furacão, Pecado Capital, O Clone e América, sua última novela. O ator morreu em 2016.

Barriga de Aluguel

Atualmente afastado da televisão e sem saudade das novelas, Victor Fasano se destacou pela primeira vez como um dos principais personagens de Barriga de Aluguel. Outro grande êxito de sua carreira foi em De Corpo e Alma. Ele também esteve em O Clone, América, Amazônia – De Galvez a Chico Mendes e Caminho das Índias, migrando depois para a Record.

Também podemos destacar Totia Meireles, Vera Fischer, Stênio Garcia, Jandira Martini, Cissa Guimarães, Mara Manzan e Juliana Paes.

Whatsapp


Leia também