O último que sair apague a luz: SBT demite quase 100 funcionários em apenas um dia - TV História

O último que sair apague a luz: SBT demite quase 100 funcionários em apenas um dia

Whatsapp

O SBT continua tomando medidas drásticas para minimizar o prejuízo que a empresa deverá ter em 2020. A emissora de Silvio Santos promoveu um dos maiores cortes de sua história e demitiu 76 funcionários na última terça (3) e já estuda uma nova onda de demissões para os próximos dias.

A reportagem do TV História apurou que a maior parte dos desligamentos foram de profissionais que atuavam no departamento administrativo e na fábrica de cenários da emissora. Dessa vez, as produções dos programas escaparam dos cortes.

O novo passaralho é parte da demissão em massa que a emissora está promovendo desde o início de outubro. Internamente, estima-se que, ao todo, 500 pessoas serão demitidas pelo SBT até o final de 2020. Os cortes, por sinal, não envolvem apenas profissionais que não aparecem no vídeo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Em crise financeira, a rede de Silvio Santos demitiu profissionais que estavam passando por tratamentos de saúde, como Mamma Bruschetta. Jornalistas renomados, casos de Roberto Cabrini e Rachel Sheherazade, também não tiveram seus vínculos renovados.

No mês passado, os executivos demitiram José Jesus, um dos mais antigos assistentes de Silvio Santos e que estava afastado do trabalho por fazer parte do grupo de risco de contaminação pelo novo coronavírus.

O clima nos bastidores do SBT é de apreensão. O TV História conversou com funcionários da casa, dos mais diversos níveis hierárquicos, e há um temor generalizado de quais serão os próximos setores atingidos pelo processo de reestruturação da emissora, que deverá buscar um novo público a partir do próximo ano.



Deixe sua opinião
Whatsapp


Leia também