Depressão e dificuldades financeiras: o triste fim de 4 astros do Aqui Agora

Depressão e dificuldades financeiras: o triste fim de 4 astros do Aqui Agora

Whatsapp

Exibido originalmente entre 1991 e 1997, o Aqui Agora marcou época na televisão brasileira. O telejornal popular do SBT contou com grandes nomes do jornalismo em seu elenco e que estão no ar até hoje, como César Tralli, atual comandante do Jornal Hoje.

Ivo Morganti e Christina Rocha no Aqui Agora

No entanto, alguns integrantes do time já não estão mais entre nós, registrando tristes desfechos de vida.

Confira quatro exemplos na lista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jacinto Figueira Júnior

Jacinto Figueira Jr.

Fenômeno do rádio e da televisão brasileira, Jacinto Figueira Júnior era amado por muitos e temido por outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Homem do Sapato Branco teve programa de sucesso em diversos canais, como Globo, Band, Record e SBT, e chegou a ser deputado estadual, sendo cassado após arrumar algumas confusões.

Considerado o pai do gênero “mundo cão” na televisão, era um dos repórteres mais polêmicos do Aqui Agora.

Em 2001, ele sofreu um derrame e ficou com uma série de sequelas, incluindo problemas de locomoção e de audição.

O apresentador tinha dívidas e passou por diversos problemas financeiros.

Ele morreu no dia 27 de dezembro de 2005, aos 78 anos, no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, em virtude de problemas pulmonares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Feliz

Feliz

Felisberto Duarte era conhecido como Feliz. Foi o Homem do Tempo nas duas versões do Aqui Agora (1991 e 2008).

Sempre ligado ao SBT, ele também participou do telejornal Noticentro. Era conhecido pelo bordão “e piriri, pororó” no final de suas apresentações.

Após ser dispensado da emissora, segundo sua esposa, ele entrou em depressão – só chorava e dormia. Recusava-se até mesmo a comer.

Vivia modestamente na Praia Grande (SP), somente com o valor de sua aposentadoria.

Internado no hospital Beneficência Portuguesa de Santos, foi diagnosticado com um câncer no insemino e morreu triste, aos 70 anos, no dia 10 de agosto de 2008.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gil Gomes

Gil Gomes

O mais marcante nome do Aqui Agora já era um consagrado repórter policial quando passou a integrar o elenco do jornalístico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele tinha estilos personalizados, inconfundíveis e muito imitados de falar, gesticular e de se vestir.

O jornalista acabou virando obsessão de humoristas, que faziam de tudo para imitá-lo, o que o tornou ainda mais famoso.

Após deixar o SBT, Gil Gomes esteve na TV Gazeta e na Record, onde foi professor na Escolinha do Barulho.

Em 2005, foi diagnosticado com Mal de Parkinson e afastou-se da profissão e também dos amigos e familiares.

Gil Gomes

Depois de ficar longe da TV por mais de 10 anos devido a problemas de saúde relacionados à doença, em dezembro de 2016, Gil Gomes foi contratado pela TV Ultrafarma para participar de um programa como comentarista.

No fim da vida, Gil Gomes optou por morar sozinho. Vivia isolado, não recebia visitas e não dava mais entrevistas. Com os movimentos e fala já bem comprometidos pela doença, decidiu se isolar.

Gil chegou a ter um dos maiores salários do rádio na época, porém gastou muito em jogos e em cavalos, que eram sua paixão. Ele chegou a ter 250 animais. Como nunca guardou nada, acabou passando muitas dificuldades financeiras no fim da vida.

O lendário repórter morreu em 16 de outubro de 2018, aos 78 anos, em São Paulo (SP), após se sentir mal em casa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Wagner Montes

Wagner Montes

Antes do Aqui Agora, Wagner Montes fez muito sucesso em outro programa popularesco do SBT: O Povo na TV.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também foi jurado do Show de Calouros e apresentou atrações como Clube dos Artistas e Musicamp.

No Show de Calouros, conheceu Sônia Lima, também jurada, com quem se casou em 1987. Juntos, eles tiveram um filho, o ator Diego Montez. Ele já tinha outro filho do primeiro casamento, com a miss Catia Pedrosa.

Depois de sair do SBT, esteve na CNT e na Record, onde comandou Verdade do Povo, Cidade Alerta, RJ no Ar e Balanço Geral da capital fluminense, que seguidamente alcançava a liderança. Também foi deputado por vários mandatos.

Wagner Montes

“Ele andava com seguranças e até colete à prova de balas ele usava”, confessou Sônia em entrevista exclusiva a Geraldo Luis. “Wagner não gostava de se parecer vulnerável. Ele queria se mostrar forte a qualquer custo”, completou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Talvez por essa razão ele tenha, segundo a esposa, lutado, em segredo do público, contra uma doença nos últimos nove anos de vida.

O apresentador foi diagnosticado com um câncer no rim, mas continuou trabalhando mesmo nos momentos mais difíceis e nunca quis que assistissem a seu programa na TV com um sentimento de pena.

Wagner Montes morreu no dia 26 de janeiro de 2019, aos 64 anos, após dois dias de internação para se tratar de uma infecção urinária. Um ano antes, ele havia sofrido um infarto, mas se recuperou.

Whatsapp


Leia também