O público decidiu! Conheça os vencedores do Melhores do VIVA 2017!



O júri técnico definiu cinco finalistas e o público votou no seu preferido! É com grande prazer que o TV História anuncia o resultado do Melhores do VIVA 2017 – e com um pedido de desculpas pelo atraso na divulgação dos eleitos, prometida para segunda-feira passada (29). Os campeões estão no vídeo abaixo, produzido por Tomás Vasconcelos, do canal Tonary. Em seguida, a porcentagem de votos e os agradecimentos.

MELHOR ATOR

27,3% – Tony Ramos – André, em Pai Herói; Clementino, em Torre de Babel.
27% – Nuno Leal Maia – Fábio, em A Gata Comeu.
22,8% – Antonio Fagundes – Atílio, em Por Amor.
20,9% – José Mayer – Edson, em A Gata Comeu; Fernando, em Fera Radical; Osnar, em Tieta.
2% – Tarcísio Meira – César, em Torre de Babel.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

25,3% – Bemvindo Sequeira – Bafo de Bode, em Tieta.
22,4% – Ary Fontoura – Coronel Artur da Tapitanga, em Tieta.
22% – Murilo Benício – Léo, em Por Amor.
16,8% – Paulo José – Gladstone, em Tieta; Orestes, em Por Amor.
13,5% – Paulo Betti – Timóteo, em Tieta.

MELHOR ATRIZ

29% – Christiane Torloni – Jô Penteado, em A Gata Comeu.
23,5% – Betty Faria – Tieta, em Tieta.
21,9% – Susana Vieira – Branca, em Por Amor.
21% – Joana Fomm – Perpétua, em Tieta.
4,6% – Adriana Esteves – Sandrinha, em Torre de Babel.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

42,1% – Vivianne Pasmanter – Laura, em Por Amor.
25,1% – Arlete Salles – Carmosina, em Tieta.
18% – Lília Cabral – Amorzinho, em Tieta.
7,5% – Cláudia Jimenez – Bina Colombo, em Torre de Babel.
7,3% – Rosamaria Murtinho – Walkiria, em Pai Herói.

MELHOR ATOR OU ATRIZ MIRIM

52,5% – Cecília Dassi – Sandrinha, em Por Amor.
27,1% – Danton Mello – Cuca, em A Gata Comeu; Peto, em Tieta.
12,2% – Oberdan Jr – Xande, em A Gata Comeu.
5,6% – Renata Castro Barbosa – Letícia, em Tieta.
2,6% – Juliana Martins – Sueli, em A Gata Comeu.

MALVADO (A) DO ANO

34,2% – Branca Letícia de Barros Mota (Susana Vieira), em Por Amor.
29,7% – Perpétua (Joana Fomm), em Tieta.
22,4% – Joana Flores (Yara Amaral), em Fera Radical.
9,1% – Ângela Vidal (Cláudia Raia), em Torre de Babel.
4,6% – Sandrinha (Adriana Esteves), em Torre de Babel.

MELHOR CASAL

40,4% – Fábio (Nuno Leal Maia) e Jô Penteado (Christiane Torloni), de A Gata Comeu.
23,7% – Milena (Carolina Ferraz) e Nando (Eduardo Moscovis), de Por Amor.
16,4% – Atílio (Antonio Fagundes) e Helena (Regina Duarte), de Por Amor.
10,9% – Cláudia (Malu Mader) e Fernando (José Mayer), de Fera Radical.
8,6% – Gugu (Cláudio Corrêa e Castro) e Tetê (Marilu Bueno), de A Gata Comeu.

MELHOR CENA

44,3% – Tieta: Tieta (Betty Faria) regressa a Santana do Agreste no momento em que a família reza uma missa por sua “morte”.
25,7% – Por Amor: Helena (Regina Duarte) troca os bebês, com o auxílio de César (Marcelo Serrado).
20,6% – Por Amor: Eduarda (Gabriela Duarte) atira Laura (Vivianne Pasmanter), de cadeira de rodas, na piscina.
5,6% – Torre de Babel: Ângela se suicida, após tentar sequestrar Guiminha (Felipe Latgé).
3,8% – Pai Herói: Bruno (Paulo Autran) foge vestido de pierrô ao descobrir que a polícia está em seu encalço.

MELHOR TEMA

29,3% – ‘Coração do agreste’, Fafá de Belém – tema de Tieta (Betty Faria) em Tieta
23,1% – ‘Per amore’, Zizi Possi – tema de Helena (Regina Duarte) em Por Amor
20,4% – ‘Palpite’, Vanessa Rangel – tema de Milena (Carolina Ferraz) em Por Amor
16,4% – ‘Tieta’, Luiz Caldas – tema de abertura de Tieta
10,7% – ‘Pai’, Fábio Jr. – tema de abertura de Pai Herói

NOVELA

33,5% – Tieta (1989 / 1990)
29% – A Gata Comeu (1985)
26% – Por Amor (1997 / 1998)
8,7% – Fera Radical (1988)
2,7% – Pai Herói (1979)

QUERO DE VOLTA À TV

38,8% – Lídia Brondi – Leonora, em Tieta.
22% – Mayara Magri – Babi, em A Gata Comeu.
17,3% – Beatriz Segall – Norah, de Pai Herói.
13,7% – Eloísa Mafalda – Leonor, em Por Amor.
8,2% – Karina Barum – Shirley, em Torre de Babel.

SAUDADE

31% – Yoná Magalhães – Tonha, em Tieta.
14,9% – Yara Amaral – Joana, em Fera Radical.
11,1% – Elias Gleizer – Donato, em Fera Radical; Jairo, em Tieta.
9,8% – Miriam Pires – Dona Milu, em Tieta.
8,4% – Paulo Goulart – Altino, em Fera Radical.
7,7% – Armando Bógus – Modesto Pires, em Tieta.
5,3% – Rogéria – Ninette, em Tieta.
4,7% – Cleyde Yaconis – Diolinda, em Torre de Babel.
3,8% – Cláudio Cavalcanti – Gustavo, em Pai Herói.
3,3% – Sebastião Vasconcelos – Zé Esteves, em Tieta.

Agradecimentos: André Santana, jornalista, editor do blog Tele-Visão, redator e crítico do site Observatório da Televisão e autor do livro ‘Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos’; Daniel Couri, jornalista, editor do blog ‘Porcos, Elefantes e Doninhas’ e autor dos livros ‘Made in Suécia – O paraíso pop do ABBA’ e ‘Mamma Mia!’; Fábio Costa, jornalista, pesquisador em teledramaturgia e autor do livro ‘Novela – A Obra Aberta e Seus Problemas’; Jorge Luiz Brasil, editor-chefe da revista Minha Novela (Editora Caras); José Ono Jr, ator, especialista em trilhas sonoras e apresentador do canal ‘Vinilteca’ (YouTube); Julio Cesar Fernandes, jornalista, mestre em comunicação, professor da faculdade Cásper Líbero e autor do livro ‘A Memória Televisiva como Produto Cultural’; Mauro Alencar, doutor em teledramaturgia brasileira e latino-americana – USP e autor do livro ‘A Hollywood Brasileira – Panorama da Telenovela no Brasil’; Thell de Castro, jornalista e editor-chefe do TV História; e Tomás Vasconcelos, ator e editor de vídeos, um dos responsáveis pelo canal Tonary; e Vincent Villari, autor de novelas – como Anjo Mau (1997), Tititi (2010) e Sangue Bom (2013) -, minisséries e do livro ‘Teletema – A História da Música Popular através da Teledramaturgia Brasileira’.





Leia também