Novela lendária da Globo que terminava em 1986 já perdeu 30 astros

Whatsapp

Um dos maiores sucessos da história da televisão brasileira, Roque Santeiro terminava em 21 de fevereiro de 1986, portanto há 36 anos.

Confira a lista de artistas da novela que infelizmente já nos deixaram:

José Wilker – Roque Santeiro

José Wilker foi Luis Roque Duarte, o Roque Santeiro. Ele morreu no dia 5 de abril de 2014, aos 67 anos, vítima de infarto. Sua última novela foi Amor à Vida, em 2013.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eloísa Mafalda – Dona Pombinha

Dona de grandes papeis na história da televisão, se afastou do veículo em 2002, devido ao Mal de Alzheimer. Morreu em 16 de maio de 2018, vítima de insuficiência respiratória, aos 93 anos.

Armando Bógus – Zé das Medalhas

O ator morreu em 2 de maio de 1993, aos 63 anos, vítima de leucemia. Seu último trabalho foi a minissérie Sex Appeal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Yoná Magalhães – Matilde

Uma das principais atrizes da teledramaturgia nacional, Yoná Magalhães viveu Matilde, dona da boate de Asa Branca. Ela morreu em 20 de outubro de 2015, aos 80 anos. Seu último trabalho foi em Sangue Bom (2013).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paulo Gracindo – Padre Hipólito

Um dos maiores atores da história da televisão brasileira, morreu em 4 de setembro de 1995, aos 84 anos, de câncer de próstata.

Cláudio Cavalcanti – Padre Albano

O ator morreu em 29 de setembro de 2013, aos 73 anos, em razão de um choque cardiogênico. Deixou um trabalho póstumo, a série Sessão de Terapia (GNT), que estreou um mês após sua despedida.

Luiz Armando Queiróz – Tito Moreira França

O ator morreu em 16 de maio de 1999, aos 54 anos, consequência de uma quimioterapia para tratamento de um câncer linfático.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

João Carlos Barroso – Toninho Jiló

Intérprete do inesquecível Toninho Jiló de Roque Santeiro, João Carlos Barroso atuou em inúmeras novelas e humorísticos da Rede Globo. Nos últimos anos, esteve em Zorra e Sol Nascente. Morreu em 12 de agosto de 2019, aos 69 anos, vítima de câncer no pâncreas.

Arnaud Rodrigues – Cego Jeremias

Ator, cantor, compositor e humorista, se destacou como o Cego Jeremias de Roque Santeiro (1985) e em diversos papeis no humorístico A Praça é Nossa. Morreu em 16 de fevereiro de 2010, aos 67 anos. A embarcação onde ele estava, em Usina de Lajeado (TO), virou devido a uma forte chuva. Arnaud morreu afogado. Sua esposa, dois de seus netos e outras pessoas foram resgatadas com vida.

Nelson Dantas – Beato Salu

Nelson, que era pai do também ator Daniel Dantas, morreu em 18 de março de 2006, aos 78 anos, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Ele lutava contra um câncer no pulmão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Wanda Kosmo – Dona Marcelina

A veterana atriz morreu em 27 de janeiro de 2007, aos 76 anos. Ela estava longe da televisão desde 1992.

Maurício do Valle – Delegado Feijó

Importante ator do cinema brasileiro, morreu em 7 de outubro de 1994, aos 66 anos, vítima de diabetes e complicações cardíacas. Meses antes, havia amputado uma perna e, na madrugada do dia em que morreu, a outra.

Nélia Paula – Amparito Hernandez

A atriz e humorista, nascida em Buenos Aires (Argentina), morreu no dia 8 de setembro de 2002, aos 71 anos, vítima de ataque cardíaco fulminante.

Oswaldo Loureiro – Navalhada

O ator morreu em 3 de fevereiro de 2018, aos 85 anos. Ela sofria de Alzheimer. Estava longe da TV desde A Lua Me Disse (2005).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Waldyr Sant’anna – Terêncio

O ator também era dublador e foi a voz de Homer Simpson no Brasil por vários anos. Morreu em 21 de abril de 2018, aos 81 anos.

Lícia Magna – Ciana

Pioneira da televisão brasileira e própria Globo, Lícia Magna geralmente é lembrada por seus papeis em Carinhoso e Roque Santeiro, entre outros. Morreu em 3 de julho de 2007, aos 98 anos, vítima de falência cardíaca.

Lutero Luiz – Dr. Cazuza

O ator faleceu devido a câncer generalizado, no dia 20 de fevereiro de 1990, aos 59 anos.

Edyr de Castro – Nininha

A ex-Frenética morreu no dia 15 de janeiro de 2019, aos 72 anos, por falência múltipla dos órgãos. Nos últimos anos de vida, conviveu com o Alzheimer.

Leina Krespi – Maria Igarapé

A atriz faleceu aos 70 anos, em 27 de maio de 2009, por conta de um câncer no esôfago. Ela estava ausente da televisão desde 1997, quando participou da novela Zazá, às 19h.

Regina Maria Dourado – Efigênia

A atriz morreu em 27 de outubro de 2012, aos 59 anos, vítima de câncer de mama.

Lílian Lemmertz – Margarida

Lilian era mãe da também atriz Júlia Lemmertz e faleceu em 1986, aos 48 anos, vítima de um infarto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sandro Solviat – Sua Majestade

O ator morreu em 1993, aos 56 anos. A causa da morte não foi revelada.

Jorge Fernando – Lúcio Armando

O ator e diretor morreu em 27 de outubro de 2019, aos 64 anos, vítima de uma parada cardíaca, em decorrência de uma dissecção de aorta completa.

Ivan Setta – Ivan

O ator morreu em 6 de abril de 2001, aos 55 anos, em virtude de câncer generalizado.

Marcos Paulo – Jorge de Lima

Ator e diretor, morreu em 11 de novembro de 2012, aos 61 anos, no Rio de Janeiro (RJ), após lutar contra um câncer de esôfago. Foi vítima de embolia pulmonar.

Alfredo Murphy – Alemão

Alfredo morreu aos 64 anos, em 11 de outubro de 1993, vítima de câncer no estômago.

Arthur Costa Filho – Dr. Denilson

O ator, que participou de inúmeras chanchadas nos anos 1950, morreu em 31 de janeiro de 2003, aos 75 anos, vítima de infarto.

Heloísa Helena – Madre Felícia

A atriz morreu em 19 de junho de 1999, aos 81 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Valter Santos – Matador de aluguel

O ator e dublador morreu em 24 de dezembro de 2013, aos 59 anos, em virtude de um ataque cardíaco.

Tarcísio Meira

Tarcisio Meira

Um dos maiores atores da história da televisão brasileira, Tarcísio Meira morreu em 12 de agosto de 2021, aos 85 anos, vítima de complicações da Covid-19. Na trama, viveu o Coronel Emerenciano Castor, admirador de Rosaly, em participação especial no último capítulo.



Leia também