Novela estrelada por Lucélia Santos será resgatada pela Globo em setembro

Whatsapp

Duh Secco

A primeira versão de Sinhá Moça (1986) será disponibilizada no Globoplay em setembro. A novela de Benedito Ruy Barbosa – baseada no livro homônimo de Maria Dezonne Pacheco Fernandes – conta com Lucélia Santos, Marcos Paulo e Rubens de Falco como protagonistas.

Globoplay

Lucélia responde pelo papel-título. Os conflitos partem da oposição de Sinhá Moça às condutas do pai, Coronel Ferreira (Rubens). Escravocrata, ele se nega a aceitar o movimento abolicionista. Rodolfo (Marcos), também a favor da libertação dos escravos, finge concordar com o coronel apenas para firmar compromisso com a filha dele.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Só que Sinhá Moça leva as falas do pretendente a sério. Desapontada, ela passa a lutar junto ao Irmão do Quilombo, cavaleiro misterioso que, na calada da noite, abre senzalas e liberta os negros. Não demora para que ela caía de amores pelo herói, mesmo sem conhecer sua identidade…

Sinhá Moça

A trama também acompanha Ana do Véu (Patrícia Pillar), que, por conta de uma promessa da mãe, anda com o rosto coberto até o dia de seu noivado. Ainda, Rafael (Raymundo de Souza), filho de Ferreira com uma escrava que volta à Araruna para vingar-se do pai. E Bá (Chica Xavier), de quem o coronel arrancou o filho ainda pequeno dos braços.

Sinhá Moça fez história às 18h. Jayme Monjardim e Reynaldo Boury responderam pela direção do folhetim, que reuniu nomes como Ruth de Souza, Mauro Mendonça, Neuza Amaral, Luiz Carlos Arutin, Sérgio Viotti, Grande Otelo, Luciana Braga, Elaine Cristina, Solange Couto, Daniel Dantas, Norma Blum e Milton Gonçalves.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E vem muito mais por aí…

Senhora do Destino

Cabe lembrar que Sinhá Moça constava na lista de títulos prometidos desde o lançamento do projeto Resgate, que disponibiliza produções de dramaturgia da Globo no streaming a cada duas semanas. Obras como Dancin’ Days (1978), Baila Comigo (1981), Barriga de Aluguel (1990) e História de Amor (1995) ainda aguardam na fila.

A aguardada A Próxima Vítima (1995) também deve chegar à plataforma no próximo mês. Já o projeto Originalidade, que atualiza conteúdos já disponíveis preservando o máximo possível de características originais – como formato de imagem e vinhetas – deve trazer Senhora do Destino (2004).



Leia também