“Nem no TV Foco saiu”: irrelevante, Theo Becker implora para barraco virar notícia - TV História

“Nem no TV Foco saiu”: irrelevante, Theo Becker implora para barraco virar notícia

Whatsapp

O youtuber Danilo Nogy publicou um vídeo em seu canal opinando sobre os piores atores da televisão brasileira. Dentre eles, Theo Becker estaria na lista sendo chamado de “vergonha alheia”, mas o ator não gostou nenhum pouco e decidiu protagonizar uma treta daquelas com o dono do Canal 90.

“E o Theo Becker que me ameaçou publicamente só porque eu falei em um vídeo que acho ele um ator ruim. O cara quer me censurar, falando em processo e advogados. Retirei a parte em que ele aparece no vídeo porque não vou dar palco pra gente assim no canal. Grande ator”, debochou Danilo.

O eterno aspirante ao posto de Jesus na novela da Record respondeu a publicação e dizia gostar do canal, mas não concordava em ser chamado de vergonha alheia.

“Gostava do canal 90 também, mas aí fica difícil… Não concordo em ser chamado de vergonha alheia, logo quando finalmente estou prestes a dar a volta por cima depois de anos sem trabalhar… Farei o filme Jesus e espero deixar pelo menos minha família feliz”, disse Theo. Vale dizer, porém, que não há registro algum sobre o tal filme na internet.

Ao responder um seguidor que o aconselhou a não atacar os outros, Theo lhe deu uma resposta atravessada. “Caguei agora… Só os míseros seguidores desse idiota estão aqui… 43 mil [seguidores] e nem no TV Foco saiu, bem feito”, escreveu ele, praticamente implorando para virar notícia e sair de seu ostracismo midiático.

Danilo, então, respondeu que faria um vídeo mostrando todos os prints com ofensas e ameaças para os 3 milhões de seguidores do canal. “Quem sabe você ganha alguma relevância nessa vida”, provocou o youtuber.

“Fale com meu advogado… Se o que você fez a justiça determinar que não foi nada… E você quer piorar as coisas até ser notícia, não é mesmo? Nos encontraremos no tribunal”, ameaçou Theo. Na humilde opinião da reportagem, a dupla deveria se resolver no programa do João Kleber e poupar o judiciário brasileiro de mais um processo sem noção.

Colaborou Michaele Gasparini



Deixe sua opinião
Whatsapp


Leia também