"Não quero sair direto para o cemitério", explica diretor que deixou a Globo - TV História

“Não quero sair direto para o cemitério”, explica diretor que deixou a Globo

Whatsapp

Ator da Globo na década de 1990, tendo participado de tramas como Top Model (1989), Vamp (1991), Fera Ferida (1993) e A Próxima Vítima (1995), quando se destacou como Lucas, Pedro Vasconcelos acabou se tornando diretor de novelas da emissora a partir de 2000.

Recentemente, Pedro voltou à mídia ao deixar a direção artística de Além da Ilusão, novela das seis que marcará a estreia de Larissa Manoela na Globo. Ele também deixou a própria emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


À coluna de Patrícia Kogut no jornal O Globo, o profissional explicou que saiu da Globo por questões de saúde.

“Se vissem a cara do meu filho de 12 anos quando falei que não iria mais fazer novelas, todos entenderiam. É de cortar o coração. Eu sou muito comprometido com o trabalho. Fico um ano preso lá dentro fazendo novela. É da minha natureza passar 18, 20 horas trabalhando. Achei melhor parar”, contou.

“Não quero terminar como Jorge Fernando, Roberto Talma, Paulo Ubiratan e Walter Avancini, que saíram direto para o cemitério. Quando você percebe, a vida passou, e os estragos na saúde estão feitos. O trabalho na TV é desgastante. Não me sentia mais em condições de saúde. Acho que estou na idade corretinha de reformular tudo e ter uma vida mais simples e tranquila”, completou o diretor, que tem 47 anos.

Na mesma entrevista, Pedro disse que antecipou sua saída da emissora por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, que atrasou a exibição de Além da Ilusão – Luiz Henrique Rios acabou assumindo seu lugar no comando da trama.

Agora, Pedro se dedicará a projetos como séries e filmes. As gravações de Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, do GNT, serão retomadas ainda no primeiro semestre de 2021. Ele também negocia a continuação do longa Fala Sério, Mãe.



Leia também