Não é só dinheiro: outros jornalistas já deixaram a Globo frustrados ou desvalorizados - TV História

Não é só dinheiro: outros jornalistas já deixaram a Globo frustrados ou desvalorizados

Whatsapp

A saída de Márcio Gomes da Globo pegou muita gente de surpresa, mas não se trata do primeiro jornalista de renome da emissora a deixar a casa em busca de maior valorização ou novos desafios.

O primeiro grande nome a deixar o time global para viver novos ares foi Sérgio Chapelin, apresentador do Jornal Nacional e do Fantástico. Em 1983, ele aceitou o convite de Silvio Santos e foi tentar a carreira de animador de auditório no SBT. Apesar de ir bem no Ibope e receber um polpudo salário, a empreitada durou pouco e, em 1984, ele já estava novamente no canal da família Marinho.

Já Carlos Nascimento, atualmente no SBT, deixou a emissora em duas oportunidades. Nos anos 1980, aceitou o desafio de se tornar âncora no Jornal da Cultura e no Jornal da Record. Trazido de volta pela Globo para comandar o SP Já, estava cotado para substituir Cid Moreira no Jornal Nacional, mas perdeu a briga para William Bonner. Estagnado no Jornal Hoje, como ele mesmo declarou, sentiu que tinha chegado a hora e aceitou o convite da Band, em 2004, para comandar o principal telejornal da emissora da família Saad.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Um ano depois, foi a vez de Ana Paula Padrão deixar o comando do Jornal da Globo e se tornar âncora do SBT Brasil, no SBT. Foi feito um grande investimento na contratação da jornalista, que, frustrada com as sucessivas mudanças de horário, acabou ficando na bancada do telejornal somente por um ano. Depois de passar pelo Jornal da Record, ela se reinventou na carreira e está no comando do MasterChef, na Band, até hoje.

Em meados da década de 1990, Paulo Henrique Amorim deixou o posto de correspondente nos Estados Unidos para se tornar apresentador de programas e telejornais em outras emissoras, inicialmente a Band, depois Cultura e Record.

Mais recentemente, nomes como Mariana Godoy e Monalisa Perrone deixaram a Globo por conta dos exaustivos trabalhos em horários não convencionais. Godoy foi para a RedeTV!, onde esteve até pouco tempo atrás, e agora está na Band. Já Monalisa, que apresentava o Hora 1, aceitou o convite da CNN Brasil com uma única condição: não trabalhar durante a madrugada.



Leia também