Nada feito: antes de partir, autor teve novela jogada no lixo pela Globo

Autor de Paraíso Tropical não conseguiu emplacar seu último projeto na emissora

Whatsapp

No ar no Vale a Pena Ver de Novo, Paraíso Tropical (2007) reúne algumas das principais características da obra de Gilberto Braga.  A trama traz o texto esperto, a crônica da sociedade carioca, o “novelão” bem armado, vilões carismáticos… Tudo o que tornou Braga um dos principais autores de novelas da TV brasileira.

Gilberto Braga e Dennis Carvalho
Gilberto Braga e Dennis Carvalho (Divulgação)

Porém, pouco antes de falecer, o autor viu a direção da Globo jogar no lixo uma nova novela sua. A trama estava sendo escrita para o horário das seis e, provavelmente, marcaria a volta de Malu Mader às novelas. Seria a volta de Gilberto Braga ao ar após o fracasso de Babilônia (2015), mas o profissional não conseguiu dar sequência ao projeto e morreu sem concluí-lo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um novo sucesso

Babilônia - Adriana Esteves, Camila Pitanga e Gloria Pires
Gloria Pires, Camila Pitanga e Adriana Esteves em Babilônia (Divulgação / Globo)

Em entrevista à jornalista Cristina Padiglione, João Ximenes Braga – autor de Babilônia com Gilberto Braga e Ricardo Linhares – contou que, mesmo adoentado, Giba sonhava em emplacar um novo sucesso. Ele não queria que seu último trabalho fosse a malfadada trama estrelada por Gloria Pires, Camila Pitanga e Adriana Esteves.

O autor, então, tentou emplacar uma minissérie sobre Elis Regina e uma nova versão de Brilhante (1981), intitulada Intolerância. Gilberto Braga chegou a escrevê-las, mas os projetos não foram adiante.

Leia mais

Mas, em seguida, o novelista finalmente conseguiu ver aprovada uma nova novela na Globo. Feira das Vaidades, adaptação de Vanity Fair de William Makepeace Thackeray, entrou para a fila das novelas das seis da emissora e, a princípio, substituiria Além da Ilusão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trabalho iniciado

Anos Rebeldes - Cássio Gabus Mendes e Malu Mader
Cássio Gabus Mendes (João Alfredo) e Malu Mader (Maria Lúcia) em Anos Rebeldes (Divulgação / Globo)

Feira das Vaidades girava em torno de duas mulheres, uma rica e uma pobre. Esta última consegue mudar de status ao se casar com um homem bem abastado. Mas ela volta à pindaíba depois que ele perde toda a sua fortuna.

Gilberto Braga escrevia a trama com Denise Bandeira. O diretor Dennis Carvalho, antigo parceiro de Giba, comandaria os trabalhos. O elenco também já começava a ser pensado e contaria com outros parceiros de longa data do autor, como Malu Mader e Cassio Gabus Mendes – que protagonizaram Anos Rebeldes (1992), minissérie do autor.

Os autores já trabalhavam firme no texto. A ideia era adaptar a história original, que se passa na Inglaterra do século 19, para o Rio de Janeiro dos anos 1920. 80 capítulos foram escritos.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No lixo

Gilberto Braga
Autor Gilberto Braga, falecido em 2021 (Divulgação / Globo)

Mas, depois de todo esse trabalho, a Globo simplesmente cancelou a produção de Feira das Vaidades. O veto aconteceu, de acordo com João Ximenes Braga, durante a pandemia da Covid-19, momento em que a emissora não achava prudente investir em novelas de época.

“Mas Feira das Vaidades foi cancelada este ano, segundo ele [Gilberto Braga] me disse, porque diante da crise da pandemia a emissora não mais faria produções de época. No mesmo telefonema em que me contou isso, disse que lhe encomendaram uma novela das nove e perguntou se eu achava que Intolerância poderia ser adaptada para o horário”, relembrou João Ximenes Braga.

No entanto, Gilberto Braga se foi pouco tempo depois. O autor faleceu em 26 de outubro de 2021, aos 75 anos, por conta de uma infecção sistêmica. Ele enfrentava complicações de um AVC.

Whatsapp


Leia também