Mudanças feitas pela Globo estragaram o que Fuzuê tinha de melhor

Personagem perdeu o rumo depois das alterações realizadas pelo canal

Whatsapp

André Santana

O público da Globo nunca demonstrou muito entusiasmo com Fuzuê, que se firmou como uma das piores audiências da faixa das sete da Globo. No entanto, a trama de Gustavo Reiz teve seus acertos. Um deles é a mocinha Luna (Giovana Cordeiro), um dos pontos fortes dos primeiros capítulos.

Giovana Cordeiro e Marina Ruy Barbosa em Fuzuê
Giovana Cordeiro e Marina Ruy Barbosa em Fuzuê (Reprodução / Globo)

A heroína agradou ao público que deu uma chance ao folhetim, já que ela se mostrou uma mocinha forte, decidida e esperta.

Porém, com as mudanças nos rumos da novela das sete, ela acabou perdendo tal característica. Ou seja, a trama acabou estragando o que tinha de melhor.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trabalhando com o inimigo

Romulo Arantes Neto em Fuzuê
Romulo Arantes Neto em Fuzuê (divulgação/Globo)

Nos próximos capítulos de Fuzuê, Luna vai mostrar que a esperteza que a caracterizava no início da novela já não existe. A jovem vai acabar caindo na lábia de um inimigo que poderá levá-la à ruína. Algo inimaginável nos primeiros capítulos do folhetim.

Luna, que simpatizou com Julião (Rômulo Arantes Neto) desde que o rapaz surgiu em sua vida, vai continuar confiando no rapaz. Tanto que ela vai firmar uma parceria com ele, convidando-o para trabalharem juntos em seu novo projeto na Fuzuê.

A designer de biojoias vai trabalhar com Nero (Edson Celulari) e acaba levando Julião junto. Sem imaginar que, na verdade, o rapaz era assessor de César (Leopoldo Pacheco) e se infiltrou na ONG em que Luna trabalhava apenas para espioná-la.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esperta, mas não muito

 

O que chama a atenção neste caso é que Luna sempre se mostrou muito desconfiada de todo mundo, desde que Fuzuê começou. Tanto que a mocinha demorou para aceitar o amor de Miguel (Nicolas Prattes) e o apoio de Bebel (Lilia Cabral). Além disso, ela nunca se dobrou diante de Preciosa (Marina Ruy Barbosa).

A megerinha sempre fez de tudo para prejudicar sua rival, mas Luna nunca baixou a cabeça. Pelo contrário. A mocinha conseguiu farejar as armações da vilã e a desarmou em várias situações, dando a volta por cima.

Ou seja, Luna era uma mocinha de personalidade forte e bastante viva. O perfil agradou, tanto que a heroína foi apontada como um dos pontos fortes da trama no grupo de discussão realizado pela Globo. Ao que tudo indica, essa Luna não existe mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outras mudanças

Nicolas Prattes em Fuzuê
Miguel (Nicolas Prattes) em Fuzuê (Reprodução / Globo)

A mudança no perfil de Luna coincide com os novos rumos da novela das sete da Globo. Na tentativa de elevar a audiência de Fuzuê, a direção da emissora escalou Ricardo Linhares como supervisor de texto, que sugeriu várias alterações na história.

Linhares ajustou a trama, deixando de lado os mistérios e apostando mais nas relações entre os personagens. A princípio, foi uma mudança acertada, já que o público tinha dificuldades em embarcar nos enigmas e não se identificava com os personagens.

Porém, outras mudanças não foram tão felizes. Miguel, por exemplo, mudou da água para o vinho: inicialmente tímido e inseguro, o advogado virou praticamente um Superman, enfrentando os problemas de peito aberto. O mesmo parece acontecer com Luna, que deixou para trás seu costumeiro olho-vivo.

Whatsapp


Leia também