Morre em São Paulo, aos 87 anos, a atriz Eva Wilma - TV História

Morre em São Paulo, aos 87 anos, a atriz Eva Wilma

Whatsapp

Uma das maiores atrizes da teledramaturgia brasileira morreu na noite deste sábado (15), aos 87 anos. Eva Wilma havia sido internada em abril para cuidar de problemas cardíacos e renais, e foi diagnosticada com câncer de ovário, iniciando tratamento imediatamente.

A primeira informação sobre a morte da atriz foi divulgada pelo ator Tuca Andrada, em seu perfil no Instagram. Ele disse que recebeu a confirmação por parte da família dela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais tarde, o perfil de Marcus Montenegro, agente de Eva, confirmou o fato, informando que ela faleceu às 22h08, no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, por insuficiência respiratória.

Vida e carreira

Eva Wilma Riefle Backup Zarattini nasceu em São Paulo (SP) em 14 de dezembro de 1933. Iniciou sua carreira como bailarina clássica aos 14 anos. Posteriormente, foi convidada para estrear no teatro.

Pioneira da televisão brasileira, estrelou, entre 1953 e 1963, a série Alô, Doçura!, ao lado do então marido, John Herbert, com quem ficou até 1976.

Com ele, teve dois filhos: Vivien Riefle Buckup, nascida em 1956, e John Herbert Riefle Buckup, nascido em 1958. Entre 1979 e 2002, foi casada com o ator e diretor Carlos Zara, com quem não teve filhos.

Nos anos 1970, foi uma das grandes estrelas da TV Tupi, participando de novelas como Nossa Filha Gabriela, Mulheres de Areia, A Barba Azul, A Viagem, O Julgamento, Roda de Fogo e O Direito de Nascer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E 1980, estreou na Globo, em Plumas e Paetês, ficando na emissora até os dias de hoje.

Participou de grandes produções, como Elas por Elas, Guerra dos Sexos, Roda de Fogo, Sassaricando, Pedra sobre Pedra, Pátria Minha, A Indomada e Mulher.

Nos últimos anos, esteve em Fina Estampa (2011), Verdades Secretas (2015) e O Tempo Não Para (2018), seu último trabalho no veículo.



Leia também