Merece mais: talentoso apresentador está sendo desperdiçado pelo SBT

Whatsapp

André Santana

Depois de anos sem anunciar um grande reforço em seu elenco, o SBT surpreendeu o público e o mercado publicitário ao contratar Otaviano Costa. O popular apresentador vinha de vários projetos no Grupo Globo, além de manter um talk show semanal na internet, o Otalab. No canal de Silvio Santos, Otaviano chegou com a missão de incrementar a competição culinária Mestres da Sabotagem.

Otaviano Costa

Lançado no ano anterior sob o comando de Sergio Marone, Mestres da Sabotagem é mais uma disputa que se passa numa cozinha. A atração recebe, a cada episódio, quatro chefs que são desafiados a criar um prato, ao mesmo tempo em que seus adversários propõem dificuldades para a realização da tarefa.

Leia mais

Apesar de ter sido alocado numa faixa tradicional de realities de culinária no SBT, Mestres da Sabotagem não disse a que veio. A audiência da primeira temporada ficou em torno dos 4,5 pontos, bem abaixo do Bake Off Brasil, principal programa da emissora no segmento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Reformulação

Mestres da Sabotagem

Mesmo com o parco desempenho, o SBT decidiu continuar apostando no formato, mas tratou de fazer uma reforma geral na atração. Além de trocar Sergio Marone por Otaviano Costa, Mestres da Sabotagem também ganhou um novo nome. Agora, a atração se chama Cozinhe se Puder – Mestres da Sabotagem.

De cara, a emissora já corrigia dois problemas da versão anterior. O novo nome, Cozinhe se Puder, deixa mais claro sobre o que se trata o programa – já que Mestres da Sabotagem poderia ser sobre qualquer coisa.

Cozinhe se Puder

Além disso, o novo apresentador surgia para dar ao programa um comando mais experiente. Otaviano Costa, em seus mais de 30 anos de TV, entrega bem mais que Sergio Marone, que se mostrou um tanto engessado na função.

Apesar de manter basicamente o mesmo formato, o programa ganhou um ar mais leve com a reformulação. O que faz todo o sentido, afinal, Cozinhe se Puder tem um formato inusitado, que passa pelo campo da brincadeira. Por isso, incluir mais bom humor deixou o programa mais coerente com sua proposta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem repercussão

Esquadrão da Moda

Ou seja, Cozinhe se Puder se revelou uma evolução do Mestres da Sabotagem. Mas esta melhora não se refletiu nos índices de audiência e nem na repercussão do programa. A atração de Otaviano Costa tem passado praticamente despercebida diante do grande público. Pouco se ouve falar sobre o programa.

A audiência também é inexpressiva. No último sábado (28), por exemplo, Cozinhe se Puder registrou 3,9 pontos no Kantar Ibope. É menos do que o Esquadrão da Moda, programa que o antecede na grade, que rendeu 4,1 no mesmo dia. E é menos também que o antigo Mestres da Sabotagem.

Dois fatores podem explicar o baixo desempenho da atração. Um deles é o desgaste da fórmula de competições culinárias. Todos os formatos do segmento têm perdido público, em todas as emissoras. Após tantas temporadas de tantos programas diferentes, é natural que o público perca o interesse.

Masterchef

Outro fator é a grade do SBT como um todo. A emissora vive uma crise de audiência sem precedentes e perdeu público em praticamente todos os horários.

Assim, a linha de reality shows das noites de sábado, que já foi um trunfo da programação da emissora, também foi afetada pela crise. Desde o ano passado, programas como Te Devo Essa!, Bake Off e o Esquadrão da Moda têm ido mal das pernas.

O fraco desempenho poderia servir como um aviso ao SBT de que renovar é preciso. São muitos anos em que a emissora se dedica a produzir formatos que são, basicamente, variações de um mesmo estilo. O canal contratou um comunicador versátil como Otaviano Costa e precisa utilizá-lo da melhor maneira possível. Por enquanto, ele é um talento desperdiçado.

Whatsapp


Leia também