Mau hálito de ator assustou estrela da Globo: “Entrega na mão de Deus”

Whatsapp

Boa parte do glamour da vida dos artistas cai por terra quando ficamos sabendo dos bastidores da profissão, com detalhes muitas vezes inimagináveis.

Paolla Oliveira

Uma das atuais estrelas do elenco da Globo, Paolla Oliveira, que já está gravando cenas de Cara & Coragem, próxima novela das sete da Globo, revelou, em 2020, que foi obrigada a beijar um ator com mau hálito em uma cena romântica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em live com o maquiador Ale de Souza, realizada em maio daquele ano, no início da pandemia de Covid-19, a atriz disse que o momento foi desafiador.

Leia mais

Paolla Oliveira

Apesar de não revelar o nome do galã com quem passou esse perrengue, a atriz deu detalhes do fato.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A gente passa por situações complicadas e difíceis. Mas aí, você bota sua melhor cara profissional, finge que não é com você e segue o baile”, enfatizou. “Entrega na mão de Deus. E posso falar? Já passei perrengue muito pior”, completou.

Ela aproveitou esse momento para falar sobre a polêmica do beijo técnico nas novelas. Existe mesmo?

“Claro que existe, gente. Senão era beijo de verdade e não tinha outro nome. Obviamente, existe. É claro que é uma coisa íntima e difícil, mas a gente acaba que se acostuma. Assim como o médico se acostuma a ver situações difíceis, a gente vai ficando técnico para isso”, explicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outros casos

Maria Zilda e José de Abreu em Bebê a Bordo

Não foi a primeira vez que uma novela da Globo teve casos de mau hálito nos bastidores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em outra live no Instagram, Maria Zilda Bethlem contou que sofria para gravar cenas de romance com José de Abreu, seu companheiro de cena em Bebê a Bordo, novela exibida pela Globo entre 1988 e 1989.

“Ele estava numa fase muito doida. Bebia demais. Então, cara, quando era cena de beijo… Porra, a pessoa que fuma pra caramba. Sabe? Era uma coisa insuportável. Evidentemente, ele bebia. Ele suado e já tinha o cheiro do suor, mais o do cigarro, mais o da bebida. Era uma coisa insuportável. O Zé era um bicho”, disparou.

Mais recentemente, surgiram na mídia reclamações anônimas de colegas de elenco da Globo a respeito do mau hálito do ator Sérgio Guizé, fumante inveterado, em novelas como Alto Astral (2014) e Êta Mundo Bom! (2016).

Whatsapp


Leia também