Mais uma no ar: 5 novelas de época que bombaram e 5 que afundaram a Globo

Whatsapp

No ar desde 7 de fevereiro, Além da Ilusão é mais uma novela de época que ocupa a faixa das seis da Globo. Ao longo da história da emissora, diversas tramas passadas em tempos antigos estiveram nesse horário; algumas, fizeram muito sucesso, enquanto outras derrubaram os índices de audiência.

Além da Ilusão

Confira na lista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novelas que bombaram

Escrava Isaura

Escrava Isaura

Leia mais

Exibida entre outubro de 1976 e fevereiro de 1977, a trama fez muito sucesso no Brasil e em dezenas de países no exterior, tornando Lucélia Santos uma estrela internacional logo em sua estreia na televisão. Na esteira da produção, a Globo ainda produziu, 10 anos depois, Sinhá Moça, que também obteve êxito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Cravo e a Rosa

Eduardo Moscovis e Adriana Esteves em O Cravo e a Rosa

Em cartaz na Globo entre junho de 2000 e março de 2001, a novela de Walcyr Carrasco foi a escolhida pela emissora para estrear a nova faixa de reprises no início da tarde, voltando ao ar no último mês de dezembro. Além de contar com uma grande audiência na exibição original, a produção também alavancou o Vale a Pena Ver de Novo.

Chocolate com Pimenta

Chocolate com Pimenta

Outro grande sucesso de Walcyr Carrasco, foi exibido entre setembro de 2003 e maio de 2004. Na sua época, Chocolate com Pimenta foi a novela de maior audiência na faixa das seis até então, batendo O Cravo e a Rosa. A trama ainda voltou duas vezes no Vale a Pena Ver de Novo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cabocla

Cabocla

Após o sucesso da primeira versão de Cabocla, em 1979, a Globo encomendou um remake a Benedito Ruy Barbosa e suas filhas, Edmara e Edilene, exibido entre maio e novembro de 2004, novamente com grande sucesso.

Alma Gêmea

Priscila Fantin e Eduardo Moscovis em Alma Gêmea

Atualmente em exibição no canal Viva, Alma Gêmea fez Walcyr Carrasco se superar, batendo o Ibope de sucessos como O Cravo e a Rosa e Alma Gêmea. A produção chegou a obter maior Ibope que a novela das sete, Bang Bang, e a das oito, Belíssima, se tornando o segundo programa mais visto da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novelas que fracassaram

Pacto de Sangue

Edwin Luisi

Exibida entre maio e setembro de 1989, Pacto de Sangue ficou marcada por ser a primeira novela da Globo a ser exibida totalmente gravada. Contando no elenco com Sandra Annenberg, a trama não chamou a atenção do público e nunca foi reprisada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Força de um Desejo

Força de um Desejo

Após vários trabalhos na faixa das oito, Gilberto Braga foi chamado para escrever uma novela de época para as 18 horas, ao lado de Alcides Nogueira. Apesar de contar com elenco estelar e ter 227 capítulos, Força de um Desejo obteve a menor média de audiência do canal na faixa na década de 1990, com 24,4 pontos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eterna Magia

Eterna Magia

A Globo quis inventar moda entre maio e novembro de 2007, com Eterna Magia, de Elizabeth Jhin, que assinava sua primeira novela solo. A trama, repleta de bruxas, não foi bem aceita pelo público e derrubou a audiência da emissora. Muita coisa foi atenuada na segunda fase, a partir do capítulo 32, mas a produção acabou sendo um fracasso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desejo Proibido

Desejo Proibido

Exibida entre novembro de 2007 e maio de 2008, a novela substituiu Eterna Magia e continuou dando dor de cabeça para a Globo na faixa. Prejudicada pela antecessora e pelo horário de verão, Desejo Proibido deu ainda menos audiência, apesar do elenco afiado e do capricho na produção. Dessa forma, a novela acabou sendo encurtada pela emissora em 30 capítulos, terminando mais de um mês antes do previsto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos Tempos do Imperador

Selton Mello e Alexandre Nero

Recentemente encerrada na Globo, Nos Tempos do Imperador foi uma continuação da festejada Novo Mundo (2017), mas acabou não obtendo o mesmo sucesso. A produção ficará marcada, pelo menos por enquanto, pela menor audiência na história da faixa das seis, com cerca de 17 pontos de média e apenas 30% dos televisores sintonizados.

Whatsapp


Leia também