Luta pela vida e batalha contra a Globo: por onde anda Claudia Rodrigues? - TV História

Luta pela vida e batalha contra a Globo: por onde anda Claudia Rodrigues?

Whatsapp

Claudia de Souza Rodrigues nasceu em 7 de junho de 1970, no Rio de Janeiro (RJ). Ela venceu o Prêmio Multishow do Bom Humor Brasileiro em 1996, impulsionando sua carreira ao ser contratada pela Rede Globo.

Desde então, participou da novelinha Caça Talentos, de um episódio do Você Decide e se tornou um dos destaques do humorístico Zorra Total, interpretando papeis como Ofélia e Thalía.

Depois, foi para o Sai de Baixo, onde interpretou a empregada doméstica Sirene, ficando até o final do programa, em 2002. Nessa época, também esteve na Escolinha do Professor Raimundo e no Sítio do Picapau Amarelo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A consagração nacional veio a partir de 2004, quando viveu Marinete, protagonista da série A Diarista, exibida inicialmente como um especial de fim de ano da Globo.

O programa chegou ao fim em 2007, por conta dos problemas de saúde de Claudia, relacionados à esclerose múltipla, descoberta em 2000, após sentir uma dormência no braço durante uma peça de teatro.

A esclerose múltipla é uma doença neurológica, crônica e autoimune, ou seja, as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares. A ABEM (Associação Brasileira de Esclerose Múltipla) estima que cerca de 40 mil brasileiros têm a doença, que é incurável.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A partir daí, ela ainda fez mais algumas participações em programas da casa, como Zorra Total e Casseta & Planeta, Urgente!, mas acabou tendo sua carreira na televisão seriamente afetada.

Claudia foi desligada da Globo em abril de 2015, entrando com um processo judicial contra a emissora. Venceu a ação e foi recontratada em 2018. Além disso, teve que receber os salários referentes aos anos em que esteve fora da emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar dos problemas causados pela esclerose, continua atuando, tendo feito o espetáculo Claudia Rodrigues e Convidados, em 2019, e lives desde o ano passado, após o surgimento da pandemia de Covid-19.

A humorista, que atualmente tem 50 anos, já passou por diversas internações em hospitais e fez um transplante de células-tronco em 2015, quando precisou raspar a cabeça.

Em entrevistas, já revelou que, por conta da doença, acabou tendo uma forte depressão, pensando, inclusive em suicídio, mas que também desenvolveu um forte ligado religioso, frequentando o catolicismo.

No dia 13 de abril de 2021, ela comemorou os 17 anos da estreia de A Diarista em suas redes sociais.

“Para mim, foi uma satisfação protagonizar esse que foi pra mim um dos meus melhores trabalhos. Um presente de Deus e do meu amigo e diretor, Mário Lúcio Vaz e foi escrito por Gloria Pérez depois entraram outros editores como Bruno Mazzeo, que tbm agradeço e a todos que escreveram”, escreveu.

“Infelizmente a esclerose tirou ele de mim. Mas me deixa muito feliz ver o reprise no canal Viva, me da força para poder vencer a doença, recuperar as sequelas e voltar a trabalhar! Agradeço a toda produção e aos amigos @lorozaoficial, @dirapaes, @claudiamelloclau, @helenafernandes68, @eumazzeo e todos aqueles que participaram e fizeram parte desse sucesso! Gratidão”, completou.



Leia também