Longe das novelas, atriz é lembrada por papel de 25 anos atrás: “Não aguento mais”

Whatsapp

Nos anos 1990, uma ruivinha chamou a atenção do público por sua beleza e por seu talento. O nome dela: Karla Muga. A atriz foi uma das sensações do elenco da Globo.

A Indomada

Karla começou sua carreira através da série Fronteiras do Desconhecido (1990), da TV Manchete. Quatro anos depois, esteve em um clássico da Globo às 19h, Quatro por Quatro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas o sucesso veio mesmo em 1997, quando ela foi convidada para trabalhar em A Indomada. Na trama escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, a atriz viveu Grampola, uma garota tímida que é entregue pela própria família para ser uma das quengas da Casa de Campo, local comandado por Zenilda (Renata Sorrah).

Leia mais

“A Grampola tem um perfil lúdico, e não é uma prostituta comum. É uma moça simples e tímida, que vem do interior. Meio Sininho (de Peter Pan), meio Julieta. Estou me inspirando na sinopse e no figurino para criá-la: vou usar roupas longas, transparentes e de cores claras”, adiantou Karla ao jornal O Globo em 1997.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem saudosismo

A Indomada

A menina, que era virgem, seria sorteada para ir pra cama com um cliente do prostíbulo. Mas ela fugiu antes do leilão e acabou conhecendo Emanoel (Selton Mello), por quem se apaixonou. Ao longo da narrativa, os dois se descobriram paranormais, vivendo experiências fora do comum.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mesmo com todo o sucesso na novela das oito, Karla não seguiu na Globo. Após gravar um episódio da série Mulher (1998), ela migrou para a Band, onde participou de Meu Pé de Laranja Lima (1998), da Band. Em 1999, interpretou Carolina, a responsável pelos crimes que norteavam o enredo de Tiro e Queda, da Record.

Karla Muga

Mesmo longe das novelas, ela ainda é lembrada pelo papel que marcou sua carreira.

“Não tenho como fugir dela, em lugar nenhum do mundo”, brincou a atriz em entrevista ao site Notícias da TV, em agosto de 2018.

“Sinceramente? Eu não aguento mais falar em Grampola. Não sou uma pessoa saudosista, que fica remoendo o passado. E também não sou noveleira, acho que a última trama que acompanhei foi A Gata Comeu”, completou.

Mudança de país

Karla Muga

Após experimentar o sucesso, Karla Muga decidiu seguir para o exterior. Ela deu detalhes da experiência em entrevista ao Extra, em 2013:

“Comecei a trabalhar como atriz aos 13 anos e, artisticamente, já tinha atingido alguns objetivos. Também, sempre quis sair do país. Aqui (em Portugal), não existe essa coisa de que o ator não pode fazer outra atividade, nem há a cobrança de que tem que estar fazendo novelas. Também sempre quis uma vida normal, longe desse assédio e dessa cobrança”.

Embora estabelecida no exterior, ela voltou ao Brasil posteriormente, participando da temporada 2006 de Malhação. Hoje, após batalhar à frente de um restaurante e junto a empresas de cosméticos, ela trabalha como coaching para atores.

“Existiam pouquíssimos profissionais que trabalhavam com isso no Brasil. Aqui em Portugal, a profissão é de grande valor. O coach chega a marcar as cenas dos atores, a funcionar quase como um diretor. Além disso, meu trabalho é uma parceria para buscar alcançar metas e um processo de desenvolvimento pessoal, de busca pela inteligência emocional e planejamento estratégico. É maravilhoso colaborar com a realização de sonhos e objetivos”, contou Karla ao Extra.

Atualmente com 46 anos, a atriz continua morando em Portugal e exercendo a profissão de atriz e coach com muito sucesso.

Whatsapp


Leia também