Longe da TV, artista de Mulheres Apaixonadas teve prisão anunciada no Jornal Nacional

Whatsapp

Mulheres Apaixonadas (2003) está de volta no Vale a Pena Ver de Novo. O público tem a chance de rever a história de Heloísa, personagem de Giulia Gam que tem uma paixão e um ciúme doentio pelo seu marido, Sérgio, interpretado por Marcello Antony.

Marcello Antony e Giulia Gam
Marcello Antony e Giulia Gam em Mulheres Apaixonadas (Reprodução / Globo)

O ator já era um dos destaques do elenco da Globo naquela época e foi bastante elogiado por sua atuação na trama de Manoel Carlos. Porém, pouco tempo depois do fim da novela, ele seria notícia, mas não pelo seu trabalho, e sim pela prisão após tentar comprar droga.

Marcello Antony, que participou de O Rei do Gado (1996), Torre de Babel (1998), Terra Nostra (1999), entre outras produções, vivia um grande momento na carreira. Após o fim de Mulheres Apaixonadas, ele esteve na minissérie Um Só Coração (2004) e se preparava para atuar em Senhora do Destino (2004).

Mas, em abril daquele ano, o ator surgiu na manchete dos cadernos policiais.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Preso em flagrante

Senhora do Destino - Débora Falabella e Marcello Antony
Renato Rocha Miranda / Globo

Marcello Antony, que estava em Porto Alegre (RS), negociava na frente de um hotel a compra de uma droga chamada de “clone”, mistura de maconha com produtos químicos. O valor do produto era muito alto, 400 reais, e ele usou um cheque para pagar os traficantes.

Naquela noite, o Ministério Público gaúcho, com a participação de policiais civis e militares, fazia uma operação e prendeu Antony com 100 gramas de maconha no bolso.

Segundo a Istoé Gente em 23 de abril, o ator foi levado para a penitenciária, ficando preso em uma cela individual de apenas quatro metros quadrados. Além disso, Antony ficou cerca de três horas com seus advogados no local de visitas, esperando uma solução. Enquanto isso, não quis beber e nem comer nada.

Foi cogitado que ele seria processado por tráfico de drogas, mas o juiz Mauro Borba liberou o ator. Marcello Antony ficou abalado e preocupado, pois fazia pouco tempo que ele tinha adotado uma criança e poderia perder a guarda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Estava no fundo do poço”

Marcello Antony em Torre de Babel
Marcello Antony como Guilherme em Torre de Babel (Reprodução / Globo)

O ator ficou calado sobre o fato e seguiu com sua vida pessoal e profissional. Mas, em setembro de 2009, ele falou sobre a prisão ao jornal Extra.

“Aconteceu. Como não me manifestei na época, deixei que as pessoas pensassem o que quisessem. Foi duro me ver na capa de uma revista sendo praticamente tratado como o causador do tráfico e da violência, além de ser mencionado durante uma semana no Jornal Nacional, em que faziam questão de enfatizar a palavra maconha”, relembrou.

Segundo o ator, esse momento foi importante para que ele conseguisse dar um rumo em sua vida.

“Mas foi bom porque eu cresci. Estava no fundo do poço, não tinha para onde ir. O chão onde estava me serviu como mola para eu ir lá para cima e ver tudo com clareza”, falou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Longe do Brasil

Marcello Antony e Carol Villar em sua Hamburgueria
Marcello Antony e a esposa, Carol Villar (Reprodução / Web)

Marcello continuou na Globo até 2017, quando fez Malhação: Viva a Diferença, sendo esse, até o momento, seu último trabalho na TV brasileira.

Ele se mudou para Portugal e vive lá até hoje com sua família.

“Tenho muita saudade. Mas posso te dizer que sinto saudade de um Brasil que não existe mais”, disse ao O Globo.

Whatsapp


Leia também