Longe da Globo, artista de A Favorita se afundou nas drogas: “Entrei em parafuso”

Whatsapp

Quem acompanhou a MTV Brasil no início dos anos 2010 vai se lembrar do ótimo Furo MTV, comandado por Dani Calabresa e Bento Ribeiro. O jornal, que brincava com os fatos de forma crítica e divertida, foi uma das melhores atrações do humor da emissora musical. A atração mostrava todo o talento de Bento no humor.

A Favorita

Nascido em Portugal e filho do renomado escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro, Bento fez sua estreia como ator na novela Da Cor do Pecado (2004), atuando como um lutador.

Depois de fazer pontas em outras produções, como Páginas da Vida (2007), Sete Pecados (2007) e Faça sua História (2008), ele conseguiu seu primeiro papel fixo em A Favorita (2008), dando vida a Juca, par romântico de Claudia Ohana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Destaque na MTV

Furo MTV

No ano seguinte, foi para a MTV e integrou o elenco de humor do canal, que tinha talentos como Marcelo Adnet, Tatá Werneck, Paulinho Serra e Fábio Rabin, entre outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ator ficou até o último dia da emissora, que fechou as suas portas em outubro de 2013. Para se virar, criou um canal do YouTube chamado Amada Foca e participou das séries Fred & Lucy, Trair E Coçar É Só Começar e Vai que Cola, exibidos pelo Multishow.

Passado esse período no canal a cabo, Bento ficou algum tempo longe dos holofotes, voltando ao noticiário em 2019, quando declarou ter saído de uma clínica de reabilitação para se livrar do vício das drogas.

“Longos dias na clínica. Finalmente me sentindo bem o suficiente pra voltar pro mundo real. Ninguém precisa se preocupar. É isso. Ninguém precisa ficar com pena de mim nem nada. Vamos focar nas coisas boas da vida e bola pra frente. Então valeu!”, declarou ele em postagem no Instagram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Momentos conturbados

Bento Ribeiro

Em seu podcast Ben-Yur, ele deu detalhes dos momentos conturbados que viveu.

“Passei por umas crises pessoais. Não estava mais funcionando. Não conseguia mais fazer humor. Tinha muita coisa na minha vida que eu não estava conseguindo lidar. Tive umas crises, entrei em parafuso e meio que não consegui trabalhar direito. Minha cabeça estava quebrada por um tempo, muitas coisas pessoais, drogas, merda que eu fazia. Sinto que se eu estivesse continuando na rota que eu estava, eu tinha morrido já. Eu fumava três maços de cigarro por dia. Fumava tanto que acendia um e depois outro, esquecendo que já tinha acendido”, desabafou.

Em outro episódio do podcast, ele afirmou que os problemas já ocorriam na época em que trabalhava na MTV e quanto aquilo o afetava.

“Vou te falar. Essa época aí foi difícil. Não me orgulho. Naquela época, eu estava tomando ácido igual a quem toma Tic Tac. Estava tomando ácido para viver. Tomava no Furo MTV”, declarou Bento, que confessou também ter sofrido de ansiedade, bipolaridade e compulsão.

Tudo isso é passado na vida de Bento Ribeiro, já que, além de comandar o seu podcast ao lado do amigo Yuri Moraes, cuida da saúde e mostra nas redes sociais o seu dia a dia em busca da boa forma física e mental, dando a volta por cima.

Whatsapp


Leia também