Jogou a toalha: 3 provas de que a Globo desistiu de Elas por Elas

A trama das seis segue em queda livre na audiência

Whatsapp

Uma das apostas da Globo para a dramaturgia em 2023, Elas por Elas não caiu nas graças do público e se tornou um grande fiasco. E a emissora parece ter aceitado que a trama não tem mais salvação.

Rayssa Bratillieri como Isis em Elas por Elas
Rayssa Bratillieri como Isis em Elas por Elas (Reprodução / Globo)

Nos últimos tempos, a Globo vem apostando em remakes na tentativa de minimizar erros em sua dramaturgia, mas já ficou provado que isso não é garantia de que será um produto bem aceito pelo telespectador do jeito que vier.

A mais recente aposta foi a nova versão de Elas por Elas, clássico de Cassiano Gabus Mendes (1929-1993) exibido no horário das sete em 1982. Muitas alterações foram feitas para atualizar a história, que ficou completamente diferente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Remake virou um erro

Késia Estácio e Deborah Secco em Elas por Elas
Taís (Késia Estácio) e Lara (Deborah Secco) em Elas por Elas (Divulgação / Globo)

A adaptação da obra, no entanto, se provou um equívoco do departamento de dramaturgia da Globo. A começar pelo horário de exibição. A emissora fez alterações para deixar o folhetim com a cara de uma novela das seis, mas os telespectadores ainda veem características de uma trama das sete.

Leia mais

O grupo de discussão apontou alguns problemas, como uma história confusa por ter sete protagonistas, além das interpretações soarem falsas.

Também houve rejeição ao casal jovem Ísis (Rayssa Bratillieri) e Giovanni (Filipe Bragança), que ganharam destaque.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Audiência em queda livre

Deborah Secco, Mariana Santos e Isabel Teixeira em Elas por Elas
Deborah Secco, Mariana Santos e Isabel Teixeira em Elas por Elas (divulgação/Globo)

A resposta do público veio nos números de audiência. Depois da semana de estreia, que já teve baixos índices, com 17,7 pontos de média semanal, o ibope de Elas por Elas está em queda livre.

O problema se agravou em outubro, quando a trama naufragou e a audiência chegou na casa dos 14 pontos. Mas a situação ficou ainda pior em dezembro. Com a baixa do Vale a Pena Ver de Novo, o remake das 18h sofreu outra queda e já amargou 13 pontos na média semanal.

Com 15,3 de média até o momento, a releitura de Elas por Elas já é uma das novelas menos assistidas da história da faixa das 18h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jogou a toalha?

Monique Alfradique e Maria Clara Spinelli em Elas por Elas
Monique Alfradique e Maria Clara Spinelli em Elas por Elas (Divulgação / Globo)

Apesar da queda vertiginosa nos índices, a Globo não tem esboçado mais nenhuma reação na tentativa de melhorar o desempenho do folhetim. Anteriormente, a emissora apostou na divulgação da novela nos programas da casa, mas isso em nada ajudou.

Com a chegada do mês de dezembro, quando o número de televisores ligados é menor e a chance da audiência crescer é mínima, a emissora não tem se movimentado mais para tentar reverter a situação.

A chance de Elas por Elas subir em janeiro será difícil, já que boa parte de sua história já terá sido contada. Ao que parece, a Globo jogou a toalha e aceitou o fiasco do remake que era uma de suas grandes apostas.

Whatsapp


Leia também