Jô Soares deu o troco na Globo após ser impedido de realizar sonho

Whatsapp

No final de 1987, Jô Soares deixou a Globo para se tornar o artista mais bem pago da televisão brasileira ao aceitar convite de Silvio Santos e ingressar no SBT.

Além do substancial aumento de salário, o humorista troco de canal para realizar um sonho: comandar um talk show no fim da noite, ao estilo de lendárias atrações norte-americanas, como The Tonight Show e Late Show with David Letterman, entre outros, que não tinham espaço na sua antiga casa e nem na TV brasileira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não foram poucas as vezes em que Jô pediu uma chance na Globo para comandar um programa do gênero, mas a oportunidade nunca vinha, com as mais variadas desculpas. Quando recebeu a proposta de Silvio Santos e o dono do SBT concordou em lhe dar espaço para fazer o que queria, não pensou duas vezes.

Ao mesmo tempo em que estreou o humorístico Veja o Gordo, em 7 de março, Jô passou a trabalhar na criação do Jô Soares Onze e Meia, que entrou no ar em 16 de agosto de 1988.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Há exatamente 21 anos, em 30 de dezembro de 1999, o programa que nunca começava no horário era exibido pela última vez, após 2.309 edições e 6.927 entrevistas.

Na história da atração, foram exibidos anônimos e famosos, resultando em entrevistas históricas com Ayrton Senna, Cazuza, Raul Seixas (em sua última aparição na televisão), Agildo Ribeiro, Dercy Gonçalves, Roberto Carlos, Hebe Camargo, Fernando Collor de Mello, Carlos Villagrán e Mamonas Assassinas, entre muitos outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Volta à Rede Globo

Em junho de 1999, encantando com as possibilidades de entrevistar o elenco estelar e utilizar a completa infraestrutura da Rede Globo, Jô acertou o retorno à emissora, cumprindo seu contrato com o SBT até dezembro daquele ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não estou saindo brigado nem por uma questão financeira. Se o problema for dinheiro, ninguém tira ninguém do Silvio Santos”, garantiu Jô em entrevista à revista Istoé. “Poderei enriquecer as entrevistas com várias matérias jornalísticas ou ter um link ao vivo com outro entrevistado em Londres”, completou.

Mesmo lamentando a perda de uma das estrelas do canal, Silvio Santos agradeceu Jô pelo tempo que ficou no SBT e ainda fez uma homenagem para ele no programa Em Nome do Amor.

No último Jô Soares Onze e Meia, os convidados foram todos da estação: Carlos Alberto de Nóbrega, Gugu Liberato e Hebe Camargo.

A partir de janeiro de 2000, passou a dar expediente na sede da Globo em São Paulo, para onde levou sua equipe de 22 pessoas, os músicos do sexteto e ganhou um estúdio de 600 metros quadrados.

O Programa do Jô estreou em 3 de abril de 2000 e ficou no ar até 16 de dezembro de 2016, quando o apresentador, atualmente com 84 anos, se aposentou da televisão.

Logo após a saída de Jô, o SBT preencheu a faixa com a ida do Programa Livre para o início das madrugadas, mas a iniciativa não durou muito tempo.

Depois, teve um talk show diário com Marília Gabriela. Na mesma faixa, desde 2014, a emissora exibe o The Noite, apresentado por Danilo Gentili.



Leia também