Sumida da TV, Ísis de Oliveira denuncia marido egípcio por agressão

Musa dos anos 1980 e sumida da afastada da televisão há alguns anos, a atriz Ísis de Oliveira, 69 anos, voltou à mídia recentemente após fazer uma denúncia.

Ela contou ter sido agredida mais de uma vez pelo egípcio Hazem Roshdi, 35 anos, com quem tem um relacionamento há seis anos.



Uma das agressões aconteceu no dia 22 de abril, no Rio de Janeiro (RJ), após ela ter se negado a dar dinheiro para ele viajar para o Egito, onde passaria a quarentena.

“Ele queria R$ 10 mil para ficar em algum lugar e depois voltar para o Egito. Eu falei: ‘Não tenho esse dinheiro’. Aí ele foi ficando com raiva, chutou o ventilador, chutou o meu computador, dizia que ia quebrar a televisão. O mínimo que ele me chamava era puta, sua mulher de merda, e o lixo é mais limpo que você”, contou em entrevista ao portal F5.

Segundo ela, em 2017 já havia sido empurrada por ele no apartamento, cortando a sobrancelha.

A decisão de prestar queixa se deu após conversa com a também atriz e amiga Luiza Brunet, que passou por situação semelhante.

Ísis chamou a polícia, que levou ambos, em viaturas separadas, para uma delegacia em Copacabana. As investigações estão em andamento.



“Aos amigos, seguidores, pessoas que tem carinho e respeito por mim. Acreditem vai ficar tudo bem”, postou a atriz em seu perfil no Instagram.

Famosas por novelas como Roque Santeiro (1985), Que Rei Sou Eu? (1989) e Meu Bem, Meu Mal (1990), Ísis está afastada da televisão desde o final dos anos 1990.





Leia também