Insatisfeito, ator decidiu deixar Terra e Paixão antes do fim: “Não é pra mim”

Revelação da novela das nove da Globo contou o apuro que passou

Whatsapp

Quem vê uma novela na TV não imagina o que se passa nos bastidores. E não foi diferente com Terra e Paixão, trama das nove da Globo. Intérprete de Ramiro, um dos personagens de destaque da história, Amaury Lorenzo quis abandonar o folhetim.

Diego Martins e Amaury Lorenzo em Terra e Paixão
Diego Martins e Amaury Lorenzo em Terra e Paixão (Reprodução / Globo)

Na trama de Walcyr Carrasco, o ator vive o jagunço Ramiro, capacho de Antônio La Selva (Tony Ramos) que se apaixona pelo doce Kelvin (Diego Martins), com quem inicia um romance.

O casal se tornou queridinho do público durante a novela, mas poderia nem ter acontecido. Isso porque Amaury pensou em abandonar a trama logo após o início das gravações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Amaury Lorenzo quis abandonar Terra e Paixão

Durante o Mais Você desta terça-feira (16), o ator foi entrevistado por Ana Maria Braga ao lado do colega, Diego Martins para falar sobre a trama. Ele, no entanto, foi surpreendido pela presença de Cauã Reymond no estúdio e relatou um drama que viveu nos bastidores de Terra e Paixão.

Leia mais

“No começo, no Mato Grosso do Sul, eu nunca tinha passado por essa experiência de novela. Falei: ‘Ah, isso aqui não é pra mim, não. Vou voltar pro meu teatro, vai estar lindo lá. Aí entrei no hotel depois de um dia de gravação, um pouco triste. Seu Tony [Ramos] já fez assim pra mim [instruções para ele ter calma], e Cauã me viu. Bateu na porta do meu quarto e falou: ‘O que tá havendo, Amaury?'”, contou o artista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ajuda de Cauã Reymond

Em seu desabafo, o ator contou que teve uma conversa com Cauã e que recebeu apoio do colega de elenco durante o momento difícil.

“Falei: ‘Cauã, acho que vou falar com a produção, vou embora pra minha casa. Isso não é pra mim, não’. Aí ele sentou, contou a história dele de luta, e eu fui percebendo a generosidade dele contando a história dele de dificuldade, que já foi a história de muitos. Ele falou: ‘Para com isso, espera o público ver. Trabalho com isso há 20 anos. Deixa o público ver, deixa ir ao ar, que eu tenho certeza que as pessoas vão se apaixonar’”, revelou Amaury.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Insegurança e problema nos bastidores

Diante do relato, Ana Maria Braga questionou o motivo dele ter ficado inseguro. O ator, então, deu a entender que levou bronca de alguém da equipe de Terra e Paixão e teria ficado desanimado.

“Eu sempre fui muito seguro do meu trabalho, batalhei muito. Só que TV é um veículo novo [para mim]. E a novela são muitas pessoas, a produção precisa andar. E eu sou muito sensível, do amor. Então, quando uma palavra atravessa, eu fico ‘ai ai ai’”, explicou ele.

Por fim, Amaury Lorenzo contou que foi apoiado por vários colegas de elenco e revelou até um recado que recebeu de Tony Ramos.

“O Cauã, o Paulinho Lessa, a Tatiana Tiburcio [apoiaram], o Tony Ramos falou no meu ouvido: ‘ei não pode não [desistir]. Estou fazendo isso há quase 60 anos, segue, meu filho'”, contou.

Depois de todo o apoio que recebeu, o ator seguiu no elenco de Terra e Paixão, que terminará nesta sexta-feira (19).

Whatsapp


Leia também