Em 1998, Record tentou emplacar versão paraguaia de Ratinho, mas fracassou - TV História

Em 1998, Record tentou emplacar versão paraguaia de Ratinho, mas fracassou

Whatsapp

Leão Livre foi um programa transmitido pela Rede Record, entre 31 de agosto de 1998 e 26 de novembro de 1999. O programa foi criado às pressas, para substituir o fenômeno Ratinho Livre.

No dia 28 de agosto de 1998, o SBT contratou Ratinho, após pagar uma multa de R$ 43 milhões, segundo publicações da época. Neste dia, foi ao ar o último Ratinho Livre.

Com a saída do apresentador, a Record criou uma nova versão do programa, apresentada por Gilberto Barros, que ganhou o apelido de Leão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Vindo do rádio, Gilberto havia sido contratado pela Record naquele ano. Anteriormente, ele havia apresentado os jornalísticos Disque Record e Cidade Alerta. Inicialmente, o Leão Livre era exibido às 21h45 e seguia os rumos do antecessor.

Totalmente popular, a atração trazia casos de doenças exóticas, brigas familiares, reportagens sobre crimes, temas sobrenaturais e discussões ao vivo no palco, entre outros temas.

Em suas primeiras semanas, o programa conseguiu manter boas médias de audiência para a Record, atingindo média de 20 pontos no Ibope e chegando a liderar no horário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No mês de outubro de 1998, a Folha de S.Paulo noticiou que o Leão Livre era acusado de fraudar casos, exibindo reportagens supostamente falsas, como uma entrevista com traficantes que seriam, na verdade, figurantes.

A partir daí, o programa passou a ser alvo do Ministério Público, que acusava a produção de forjar matérias, reportagens e de cometer abuso contra deficientes físicos e mentais.

A atração tentou mudar o tom, passando para o horário das 20h30 e se tornando mais leve. Nos últimos meses de existência, em mais uma tentativa, o programa foi reformulado, ganhando o horário das 23h45 e se transformando em uma espécie de talk show. A intenção era buscar um público diferenciado e mais qualificado, mas isso não ocorreu.

Com problemas judiciais e sem manter os altos índices de audiência do início, a emissora cancelou o Leão Livre. A última edição do programa foi exibida há exatamente 21 anos, no dia 26 de novembro de 1999.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Com o fim da atração, Gilberto Barros seguiu na Record até 2002, comandando as atrações Quarta Total e Domingo Show.

Depois de passar por outras emissoras, como a Band e a RedeTV!, o apresentador está afastado da televisão desde 2017, quando participou especialmente da novela Pega Pega, da Globo. Atualmente, se dedica ao seu canal no YouTube.



Leia também