Grave transtorno fez atriz que foi musa nacional se afastar da TV

Whatsapp

Considerada uma das promessas da Globo e musa da década de 1980, a ex-modelo e atriz Luciana Vendramini nasceu em Jaú (SP), em 10 de dezembro de 1970.

Vamp

Em 1987, com apenas 16 anos, Luciana participou do concurso para ser uma das assistentes de palco do Xou da Xuxa, apresentado por Xuxa Meneghel na Globo. Ela chegou a ser finalista, mas acabou perdendo.

No mesmo ano, esteve no concurso Garota do Fantástico. Foi neste período que ela foi convidada por um produtor para realizar um teste para se tornar modelo, onde foi aprovada e chegou a participar de diversas campanhas de moda.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ensaio polêmico

Luciana Vendramini

Antes de iniciar sua carreira de atriz, Luciana posou nua para revista Playboy. Na época, a publicação afirmou que a modelo tinha 18 anos quando tirou as fotos, mas logo descobriu-se que, na verdade, o ensaio foi realizado quando ela tinha apenas 16. Mesmo com essa polêmica, esta edição se tornou um sucesso, sendo considerada rara por muitos colecionadores.

Na televisão, sua primeira novela foi Vamp (1991), onde ela viveu Jade, um dos filhos do Capitão Rocha (Reginaldo Faria). Quatro anos depois, participou de alguns episódios dos programas Você Decide, Malhação e Casa do Terror, todos em 1995.

Em seguida, viria o papel mais marcante e polêmico da carreira: a garota de programa Marita, de O Rei do Gado (1996).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Problemas com o TOC

Luciana Vendramini

Perto do fim de sua participação nessa trama, Luciana descobriu, da pior forma, que estava sofrendo de TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), uma doença mental que a levava a fazer coisas sem lógicas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Peguei a minha bicicleta para andar ao redor da Lagoa, no Rio de janeiro, e tive uma sensação horrorosa: um medo misturado a pânico. Não conseguia me mexer e tinha na minha cabeça que só poderia ir embora dali se minha diarista viesse me buscar. Fiquei parada por três horas”, relatou à Folha de S.Paulo de 19 de fevereiro de 2019.

Com o passar dos dias, a atriz começou a deixar de fazer tarefas corriqueiras do dia a dia – com isso, chegou a ficar 11 dias sem comer.

Luciana começou a fazer tratamento, adotando a Terapia Comportamental Cognitiva (TCC), mas era resistente ao uso de medicamentos. Ela só decidiu fazer uso deles quando chegou ao estado de ficar ‘praticamente morta’, chegando a pesar apenas 36 quilos.

“Cheguei a um nível de subvida. Levava seis horas para sair da cama, mais dez horas para tomar banho, e aí já era hora de voltar a dormir. Estava bem limitada, praticamente morta, e foi aí que eu aceitei o remédio”, contou Luciana, que disse que se lembrou da exata sensação do medicamento entrando no seu corpo: “relaxamento e um alívio como nunca havia experimentado na vida”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Recuperação e retorno ao vídeo

Amor e Revolução

Seis meses depois, ela já havia se tornado uma nova pessoa. Após uma reavaliação da sua vida, a artista, que pensou em desistir da atuação, encontrou forças para voltar a estudar com o diretor Antunes Filho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Quando eu começo a relatar, parece um filme. Não acredito que passei por tudo isso. Não dá para aceitar hoje. É bizarro”, enfatizou.

Já recuperada, Luciana voltou a fazer o que mais gosta. Sua volta aos palcos foi na peça 4.48 Psicose, em 2003; na televisão, foi na novela Uma Rosa com Amor (2010), do SBT. Em seguida, viveu a Dra. Marcela Viana em Amor e Revolução (2011), onde protagonizou um beijo gay com a atriz Giselle Tigre, que vivia a personagem Marina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luciana Vendramini

Depois, vieram as séries Beleza S/A (2013), no GNT, Na Mira do Crime (2015) e a novela Escrava Mãe (2016), ambas na Record, a série Samantha! (2018), na Netflix.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2018, voltou à Globo na novela Espelho da Vida, onde contracenou com nomes como Vera Fischer e Evandro Mesquita. Ela também pôde ser vista recentemente na sitcom Os Roni, do Multishow.

Atualmente com 51 anos, a artista, que já foi casada com o cantor Paulo Ricardo, afirmou à Folha que sente muito orgulho de sua idade.

“Não tem como não envelhecer. O que dá para fazer é cuidar da saúde física, porque hoje está todo mundo sedentário pra cacete”, concluiu.

Whatsapp


Leia também