Globo bate o martelo e decide matar maior erro de Terra e Paixão

Diante de tantas reviravoltas que a trama sofreu nos últimos meses, a discussão em torno do tema acabou esquecida

Whatsapp

Considerado por muitos o maior erro de Terra e Paixão, a questão da sucessão pelos negócios de Antônio La Selva (Tony Ramos) deu o tom dos primeiros capítulos da novela. Foi na tentativa de emplacar o filho Daniel (Johnny Massaro) como sucessor que Irene (Gloria Pires) desencadeou os primeiros conflitos da trama criada por Walcyr Carrasco.

Rainer Cadete e Cauã Reymond em Terra e Paixão
Rainer Cadete e Cauã Reymond em Terra e Paixão

Mas, diante de tantas reviravoltas que a trama sofreu nos últimos meses, a discussão em torno do sucessor de Antônio – que envolveu, inclusive, Luigi (Rainer Cadete) – acabou esquecida. No entanto, ao invés de simplesmente esquecer de sua existência, a Globo decidiu matar o assunto de uma vez por todas para não deixar qualquer dúvida.

A definição sobre o nome que ficará no lugar do personagem de Tony Ramos volta ao centro do enredo nos últimos capítulos da novela da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem será o sucessor de Antônio em Terra e Paixão?

Tony Ramos em Terra e Paixão
Tony Ramos em Terra e Paixão

No início de Terra e Paixão, a disputa pela sucessão nos negócios de Antônio pegou fogo. Irene fez de tudo para que Daniel fosse o escolhido do marido, e até tentou matar Caio (Cauã Reymond) para tirá-lo da jogada. Porém, o tiro saiu pela culatra e Daniel foi quem acabou morrendo.

Leia mais

Depois disso, Petra (Debora Ozório) se tornou a menina dos olhos de Irene. Já Caio tentou seu lugar ao sol, enquanto Antônio não escondeu sua preferência por Luigi. Mas, quando Agatha (Eliane Giardini) reapareceu, a vilã bem que tentou emplacar Hélio (Rafael Vitti) na disputa da sucessão.

Mas, depois de tanta queda de braço, vai prevalecer a lógica. Primogênito e herdeiro de Antônio, Caio é quem deve assumir os negócios da família depois que Antônio e Irene forem castigados pelos seus crimes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em família

 

Nos últimos capítulos de Terra e Paixão, Antônio e Irene não escaparão de uma punição por tantos crimes cometidos ao longo da novela. Eles devem ser presos ou até mesmo serem mortos no final do folhetim.

Com isso, o controle dos negócios da família passará para Caio, que é o primogênito e herdeiro legítimo de Antônio. O rapaz, que sempre bradou que conhece aquelas terras melhor do que ninguém, finalmente terá a chance de mostrar este conhecimento e fazer prosperar a produção de grãos da família.

Mas Caio não assumirá os negócios sozinho. Petra estará ao seu lado, assim como Hélio, que deve se casar com a moça. Além disso, Aline também será uma importante peça desta nova fase da produção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Final feliz

Petra (Debora Ozório) e Caio (Cauã Reymond) em Terra e Paixão
Petra (Debora Ozório) e Caio (Cauã Reymond) em Terra e Paixão

Ao assumir os negócios do pai, Caio fará questão de ter Petra ao seu lado. O rapaz vai dividir com a irmã todas as responsabilidades do negócio que herdaram do pai.

Petra ficará surpresa e muito feliz com a confiança do irmão, já que finalmente poderá mostrar que seu vício em remédios foi totalmente superado. A jovem também ficará surpresa quando o irmão convidá-la para ser madrinha de seus filhos gêmeos.

Com isso, o desfecho de Terra e Paixão mostrará uma família La Selva unida e feliz. Caio, Aline, Petra e Hélio vão celebrar a paz e viverem felizes para sempre no final da história escrita por Walcyr Carrasco e Thelma Guedes.

Whatsapp


Leia também