Globo bate o martelo e coloca novela para estrear na virada do ano

Trama vai entrar no ar no primeiro dia do ano novo

Whatsapp

Após estrear a reprise de Paraíso Tropical (2007) em pleno fim de ano e ver os índices do Vale a Pena Ver de Novo despencarem pela metade, a Globo agora estreará outras duas novelas praticamente na virada do ano.

Débora Falabella em Sinhá Moça
Débora Falabella em Sinhá Moça (Reprodução / Globo)

Vale dizer que o fim de ano costuma tirar o telespectador comum da frente da TV em razão do forte calor do verão, além das férias escolares e as festas de Natal e Ano Novo.

Mesmo assim, a “toda-poderosa” resolveu marcar o retorno de um grande sucesso para o primeiro dia de 2024. Trata-se de Sinhá Moça (2006), que estreia em 1º de janeiro no canal Viva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando estreia Sinhá Moça no Viva?

Isis Valverde como Ana do Véu em Sinhá Moça
Isis Valverde como Ana do Véu em Sinhá Moça (divulgação/Globo)

Sinhá Moça, êxito que marcou a estreia de Isis Valverde nas novelas da Globo, será a substituta de Escrito Nas Estrelas (2010) no canal Viva.

Leia mais

A trama tem estreia confirmada pela emissora fechada para o dia 1º de janeiro do próximo ano a partir das 15h30. Sim, o canal pago do Grupo Globo vai lançar a novela em pleno feriado nacional.

Protagonizada por Débora Falabella e contando com os nomes de Danton Mello, Patrícia Pillar e Osmar Prado, a obra é um remake da novela escrita por Benedito Ruy Barbosa em 1986.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Qual a substituta de Corpo Dourado no Viva?

Marco Nanini - Andando nas Nuvens
Marco Nanini em Andando nas Nuvens (Divulgação / Globo)

E não para por aí. Outra obra do passado retornará no mesmo mês de janeiro à grade da TV de repetecos do Grupo Globo.

Andando nas Nuvens, trama de Euclydes Marinho, estreia em 22 de janeiro na faixa das 13 horas, em substituição a Corpo Dourado, horário que a estação costuma exibir títulos mais leves e solares, com uma pegada mais juvenil.

Essa será a primeira vez que a novela exibida originalmente às 19 horas no ano de 1999 ganhará uma reapresentação na televisão.

Narra a vida de Otávio Montana (Marco Nanini), um homem que dormiu profundamente por 18 anos após ser acometido por uma encefalite letárgica, conhecida como doença do sono.

Whatsapp


Leia também