Galã que brigou com a Globo fez bicos para sobreviver: “Passei fome”

Whatsapp

Klebber Toledo arrebatou o público com sua beleza e talento em novelas como Morde & Assopra (2011) e Êta Mundo Bom! (2016). Mas, até alcançar o sucesso, o ator enfrentou muitas dificuldades.

Klebber Toledo

Nascido em 14 de junho de 1986, em Bom Jesus dos Perdões (SP), Klebber saiu de casa aos 15 anos para tentar a carreira como jogador de vôlei. Ele integrou a Federação Paulista do esporte por dois anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na capital, Toledo também participou de cursos de teatro como o diretor Nilton Travesso e da preparadora de elenco Fátima Toledo. Ainda, a Oficina de Atores da Globo, onde conseguiu aprovação para atuar na temporada 2007 de Malhação.

Leia mais

Caras e Bocas

A fase em questão não foi lá muito bem de audiência… Klebber Toledo voltou à cena numa participação em Caras e Bocas (2009), trama de Walcyr Carrasco. Foi com o autor, aliás, que ele fez seu primeiro grande papel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em alta na TV

Klebber Toledo

Como Guilherme, em Morde & Assopra (2011), Klebber Toledo despertou a ira do público. O personagem usou todo o dinheiro que a mãe, a humilde Dulce (Cássia Kis), guardou para sua faculdade em farras. O rapaz também envolveu-se com a esnobe Alice (Marina Ruy Barbosa), que desdenhava da sogra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2012, o ator esteve em Lado a Lado, folhetim das 18h que conquistou o Emmy Internacional. Neste período, em entrevista ao jornal O Globo, Klebber relatou que enfrentou dificuldades no início da carreira, enquanto ainda conciliava a arte e o vôlei:

“O pessoal olha para mim e acha que tenho carinha de playboy, mas passei por muita coisa. Não ganhava quase nada para jogar, passei fome, fiz bicos em vários lugares para me manter. Quando fui morar em São Paulo, dividia apartamento e, como todo mundo passava necessidade, guardava comida com cadeado para os outros não pegarem”.

Após integrar a 10ª temporada da Dança dos Famosos, no Domingão do Faustão, Toledo foi convidado para Império (2014). Na novela de Aguinaldo Silva, ele viveu Leonardo, que mantinha relacionamento com um homem casado, Cláudio (José Mayer).

O trabalho seguinte contou com a parceria de Camila Queiroz, que se estendeu para a “vida real”. Na pele de Romeu, o artista conquistou a atriz e os espectadores, sempre que insinuava mostrar o “cegonho” – nome que Mafalda (Camila) atribuiu ao órgão sexual do amado.

Êta Mundo Bom

Ele esteve ainda nas séries A Fórmula (2017) e Ilha de Ferro (2018). Sua última novela – e também o último trabalho na Globo até o momento – foi Verão 90 (2019), como o atrapalhado Patrick.

Além da TV, Klebber Toledo atuou no teatro e no cinema. Foi, inclusive, dublador da animação Cegonhas – A história que não te contaram (2016). Ele enveredou para a apresentação quando, após o fim do contrato com a Globo, aceitou o convite da Netflix para o reality Casamento às Cegas (2021).

Em defesa da esposa

Klebber Toledo e Camila Queiroz

Em novembro de 2021, Klebber e a esposa, Camila, envolveram-se em uma polêmica com a Globo. É que, em comunicado enviado à imprensa, a emissora informou a saída da atriz de Verdades Secretas 2 sem que ela concluísse suas cenas. O canal atrelou o fim da parceria às exigências de Queiroz.

“Para assinar a extensão do contrato necessária à gravação das cenas finais da novela, Camila Queiroz quis determinar o desfecho da personagem Angel e exigiu um compromisso formal de que faria parte de uma eventual terceira temporada da obra, além de outras demandas contratuais inaceitáveis”, alegou a Globo.

A assessoria de imprensa de Camila Queiroz afirmou que ela não havia sido demitida, já que o contrato havia expirado – sem renovação para o prazo de conclusão das gravações. A nota também relatou a surpresa de Camila ao receber as cenas finais, nas quais os rumos de sua personagem haviam sido alterados. Tal mudança foi interpretada como retaliação pelo acerto com o streaming.

Toledo curtiu a publicação da nota no Instagram da esposa e, no espaço para comentários, alfinetou a Globo.

“Parabéns pela sua coragem em mostrar que nós artistas não somos objetos. Te amo”, escreveu.

Atualmente, Klebber Toledo estuda Fotografia e desenvolve uma série com a sustentabilidade como tema. Camila Queiroz também participa da produção. Os dois também podem ser vistos em títulos recentes da Netflix: ele em Maldivas; ela em De Volta aos 15.

Whatsapp


Leia também